Fale Conosco

13 de outubro de 2011

PBTur, Sebrae e operadores vão discutir viabilidade do turismo de aventura no Curimataú



Esportivas, operadores de turismo e representantes do Sebrae e PBTur vão discutir a viabilidade econômica do turismo de aventura nas regiões do Curimataú e Seridó paraibanos durante o 1º Seminário de Turismo de Aventura, de 21 a 23 deste mês, na cidade de Araruna (a 165 km de João Pessoa).

Essa área do território paraibano é conhecida pelas belezas naturais da caatinga e do terreno rochoso, um cenário adequado para esse tipo de turismo.

A presidente da PBTur, Ruth Avelino, explica que o turismo de aventura vem ganhando adeptos em todo o mundo, por ser uma modalidade esportiva que busca o caráter aventureiro e não a competição. Ela lembrou que entre os dias 30 de setembro e 10 deste mês, seis jornalistas especializados em ciclismo, escaladas e caminhadas estiveram em Cabaceiras, Ingá, Araruna e João Pessoa.

“No Lajedo eles conheceram uma pista de bike. Em Araruna eles tiveram a oportunidade ver as potencialidades do parque Estadual da Pedra da Boca, além da Pedra de Ingá. Na capital eles conheceram trilhas e nossas potencialidades turísticas. A PBTur vê com muito carinho todas as possibilidades de divulgar o Destino Paraíba”, declarou.

Palestrantes – De acordo com a programação do seminário, durante a abertura vai ser apresentado um vídeo mostrando as potencialidades do roteiro turístico Curimataú-Seridó. O tema será abordado em palestra que será proferida por um representante da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta).

No dia 22, um técnico do Sebrae vai abordar o tema ecoturismo e o turismo de aventura como oportunidades de negócios para a Copa do Mundo de 2014. O seminário tem 200 vagas e as inscrições podem ser feitas pelo link http://migre.me/5TBik no portal do Governo do Estado ao preço de R$ 10.