João Pessoa
Feed de Notícias

PBTur estima que 840 mil visitarão o Estado de novembro de 2009 a dezembro de 2010

sexta-feira, 30 de outubro de 2009 - 18:32 - Fotos: 

A partir do próximo mês, o fluxo de turistas começa a aumentar na Paraíba e essa tendência deve permanecer até o final de 2010. A estatal Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) estima que mais de 840 mil visitantes devem chegar ao Estado até o final do próximo ano. No entanto, boa parte dessas pessoas irá desembarcar entre os meses de novembro e fevereiro, considerado período da alta temporada.

A procura pelos pontos turísticos paraibanos vem aumentando a cada ano. Segundo dados da Coordenação Regional de Serviços Turísticos e Setor de Estatística da PBTur, em 2007 o Estado recebeu pouco mais de 800 mil visitantes. No ano seguinte, esse número subiu para quase 837 mil. E a previsão é que essa cifra seja superada de novo até dezembro deste ano. Só entre janeiro e agosto de 2009, a Paraíba já foi visitada por 586 mil pessoas.

Estadia segura – Antes mesmo da chegada dos novos visitantes, João Pessoa já se prepara para colocar a segurança e tranquilidade entre os itens obrigatórios dos passeios turísticos. A Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur), instalada na praia de Tambaú, por exemplo, conta com três delegados, seis agentes e um escrivão para funcionar 24 horas diárias. A equipe ainda domina outros idiomas e tem condições de se comunicar com os visitantes estrangeiros.

“O turista que chegar aqui falando inglês, francês ou espanhol encontrará um policial em condições para compreendê-lo perfeitamente bem”, diz o delegado titular Fernando Barbosa de Carvalho.

Ele destaca que João Pessoa é uma cidade que pode ser considerada tranquila para os turistas. “É muito difícil acontecer algum crime envolvendo turistas e, quando ocorre, a maioria dos delitos é de furtos simples ou extravios de bagagens”, completa.
Em 2009, a Deatur recebeu 150 queixas registradas por turistas. A maioria é decorrente de pequenos furtos.  O número é bem menor que os anotados nas delegacias de atendimento ao turista de Recife (PE). Na capital pernambucana, de janeiro a 21 de outubro deste ano foram notificados 424 crimes praticados contra visitantes.

Orientações – De acordo com o delegado Fernando de Carvalho, os turistas são vítimas, principalmente, de furtos e assaltos. Mas ele ressalta que é a falta de atenção dos próprios estrangeiros que favorece a ação dos marginais. “Sempre orientamos que os turistas evitem sair de casa com grandes quantias em dinheiro e nem portem jóias e acessórios caros, como máquinas fotográficas e filmadoras. O ideal é que eles usem cartões de crédito e andem sempre em grupos”, declara o delegado.

Para orientar melhor o visitante e diminuir a ação de bandidos, a Deatur criou uma cartilha com dicas de segurança e conselhos de comportamento para os turistas.  Entre as recomendações a polícia destaca a importância das pessoas buscarem informações sempre em locais seguros.

“Os turistas só devem pedir ajuda aos funcionários da PBTur, de agências de viagens, dos hotéis em que estão instalados e nunca a estranhos. O mesmo serve na hora de sair. Só devem visitar os locais e solicitar táxis através de indicação dos funcionários dos hotéis”, enfatiza a autoridade policial.

Nathielle Ferreira, da Secom-PB