João Pessoa
Feed de Notícias

PBGás reduz preço do gás natural para indústria pela segunda vez no ano

sexta-feira, 29 de abril de 2016 - 11:00 - Fotos:  Secom-PB

A Companhia Paraibana de Gás (PBGás) vai reduzir, pela segunda vez no ano, a tarifa bruta do gás natural para o segmento industrial. A queda na tarifa média será de 5% a parir do dia 1° de maio, mesmo índice adotado no último mês de fevereiro, com objetivo de garantir competitividade para as indústrias locais que operam com o gás natural em um momento de retração econômica.

A nova tarifa vai beneficiar 37 indústrias paraibanas que exercem papel fundamental na geração de emprego, renda e receitas para o Estado. A redução varia de 4,30% a 5,50%, de acordo com a faixa de consumo do cliente.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Buega Gadelha, classificou como fundamental a redução do preço do gás natural diante do cenário de turbulência do setor, período em que os empresários buscam a otimização dos custos e da competitividade.  “Neste momento de redução do preço do barril de petróleo no mercado internacional e a consequente queda do preço do gás natural, os empresários devem utilizar o produto como alternativa para atenderem às necessidades do mercado interno e externo”, avaliou o empresário.

O diretor presidente da PBGás, George Morais, destacou o relevante papel que a companhia exerce neste momento de dificuldade econômica, diante da sua missão institucional em proporcionar melhores condições de desenvolvimento para o Estado. “A relação entre a PBGás e a indústria paraibana é de mão dupla: se a produção empresarial estiver aquecida, igualmente teremos um desempenho comercial melhor. Portanto, é natural que estejamos trabalhando conjuntamente para retomarmos o crescimento, gerando energia através da utilização do gás natural”, observou.

De acordo com o diretor Técnico Comercial da PBGás, Carlos Augusto Vasconcelos, a redução no custo do gás, neste momento, decorre do recuo do valor da commodity no mercado internacional, o que ocasionou a redução do preço do gás pela supridora Petrobras, além da redução dos custos operacionais da PBGás em razão da melhoria dos seus processos.

“É essencial que as empresas no nosso estado tenham alternativas energéticas para garantirem que seus produtos sejam atrativos para o mercado. O gás natural é um insumo muito importante para o desenvolvimento e processo produtivo de grande parte das indústrias paraibanas. Por normalmente envolver grandes volumes, a diminuição do preço no acumulado do ano de 10% gerará uma redução bastante considerável do custo operacional e criará condições para a continuidade de investimentos”, completou.