Fale Conosco

7 de outubro de 2016

PBGás expande gás natural em Campina Grande com distribuição para mais um shopping



A PBGás iniciou, nesta sexta-feira (7), a distribuição do gás natural para 17 estabelecimentos comerciais da nova praça de alimentação do Shopping Partage, em Campina Grande. O novo espaço de lazer já está funcionando dentro de um padrão de modernidade e conforto que converge bem com a utilização do gás natural, energético mais seguro, ecológico e eficiente.

Em Campina Grande, a PBGás já está presente nos shoppings Luiz Mota, Partage e em restaurantes no bairro do Catolé. De acordo com o presidente da PBGás, George Morais, o Shopping Partage é o maior cliente comercial da companhia no município e marca o momento de expansão no gás no segmento comercial, pois além dos estabelecimentos em Campina Grande, também está presente nos shoppings Manaíra e Mangabeira Shopping, em João Pessoa. “Investimos R$ 4 milhões na construção de 10 km de rede de distribuição do gás natural no bairro do Catolé e, no momento, estamos ligando novos empreendimentos comerciais e prédios para levar os benefícios do gás natural a cada vez mais gente”, destacou.

O gerente regional da PBGás, Francisco Guedes, destacou a importância da parceria comercial com o maior shopping do interior do Nordeste e pertencente a uma rede que já utiliza o gás natural em outros estados como Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e conhecem as vantagens do produto como a praticidade, segurança e eficiência. Francisco informou que a estimativa é que os 17 empreendimentos ligados ao gás natural consumam 300 m3/ dia e que os lojistas vão sentir algumas vantagens como a praticidade, o abastecimento contínuo e a economia nos primeiros dias de uso.

O superintendente do Partage Shopping Campina Grande, Arlindo Diniz, disse que o grupo optou pelo gás natural, primeiramente, pela rede de distribuição passar na porta e, segundo, por seu um combustível mais prático, ocupar menos espaço e ser mais eficiente e ecológico. “A operação com gás natural é mais simples porque não precisa de local para armazenamento de botijões e pelo abastecimento ser contínuo, o que nos traz tranquilidade. Estamos satisfeitos nesta parceria com a PBGás e uma demonstração disso é que já inauguramos a nova praça da alimentação com vários restaurantes e lanchonetes utilizando o gás natural, que tem tudo a ver com o nosso foco em ações sustentáveis”, ressaltou.

O empresário Edilson Sobreira, proprietário da Cabana do Posidônio e do Bonaparte, em Campina Grande, afirmou que já vem utilizando o gás natural em outros restaurantes em João Pessoa e não tem do que reclamar. “Só em não precisar me preocupar quando o gás vai acabar já vale a pena, mas considero o gás natural muito vantajoso no quesito espaço, segurança e economia”, completou Edilson.