Fale Conosco

13 de fevereiro de 2012

PB vai gerar oito mil empregos com instalação de call center



A Paraíba ganhará, ainda no primeiro semestre deste ano, duas unidades de call center que vão gerar de sete a oito mil empregos diretos na área de telemarketing, em Campina Grande e João Pessoa. O anúncio foi feito pelo governador Ricardo Coutinho, no início da tarde desta segunda-feira (13), no programa radiofônico “Fala Governador”.

Um protocolo entre o Governo do Estado e a empresa responsável pelas duas unidades será assinado em solenidade prevista para a próxima quinta-feira (16), no Salão Nobre do Palácio da Redenção. A meta da empresa, cujo nome será divulgado posteriormente, é que a unidade de atendimento de Campina Grande seja inaugurada já no próximo mês de abril, e a de João Pessoa, ainda no primeiro semestre do ano.

Na última sexta-feira (10), o governador se reuniu com os representantes da empresa e com o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Renato Feliciano, e o secretário executivo de Ciência e Tecnologia, Marcos Procópio. Foi nessa ocasião que os empresários confirmaram a escolha da Paraíba para o projeto de expansão no Nordeste, no valor de cerca de R$ 40 milhões. Outros Estados também estavam na disputa pelo empreendimento.

Ricardo comemorou a notícia e disse que a Paraíba está de braços abertos para receber esse e outros grupos empresariais interessados em investir no Estado. “A vinda desses call centers para João Pessoa e Campina Grande foi uma conquista muito grande para o Estado. Dialogamos com a empresa e com as prefeituras das duas cidades e construimos, juntos, algo que vai agir como uma injeção de empregos poderosa para os jovens que precisam entrar no mercado de trabalho”, avaliou.

De acordo com ele, para se ter uma ideia do impacto do investimento privado da empresa de call center na Paraíba, a Fiat em Goiana vai gerar um total quatro mil empregos diretos na área de tecnologia, mecânica e design, além das empresas sistemistas. As empresas de call center, por sua vez, vão gerar cerca de oito mil empregos diretos, só na Paraíba. “O Estado coloca no seu alfabeto o termo desenvolver. Já avançamos muito em apenas um ano e 45 dias de governo”, concluiu o governador.

Indaiá dobrará produção – A Indaiá também está voltando investimentos para a Paraíba. A fábrica, instalada no município de Santa Rita, vai ampliar a sua produção de água mineral em 50%, ainda este ano. Isso se deve ao início da operação de um equipamento que dará mais agilidade e qualidade ao processo de fabricação, reduzindo o impacto ambiental das embalagens. No total, a empresa está investindo R$ 30 milhões na ampliação, que tornará a fábrica paraibana na maior produtora de água mineral do Brasil.

Para Ricardo Coutinho, os investimentos da Indaiá só favorecem a Paraíba. “Significa mais recursos para o Estado, mais empregos e, claro, a potencialização de nossa economia”, disse ele, durante o “Fala Governador”. Com a ampliação, a partir de julho deste ano, a produção da indústria de Santa Rita sairá das atuais 21 milhões para 35 milhões de embalagens por mês.

Professores recebem netbooks – Ainda na tarde desta segunda-feira, Ricardo faz a entrega simbólica de 3,7 mil netbooks para professores da rede estadual de ensino. O repasse está sendo feito durante solenidade que deve acontecer na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Papa Paulo VI, em Cruz das Armas, na Capital.

A unidade de ensino foi uma das premiadas com o programa Gesto Exemplar, do Governo Estadual, oferecendo 14º salário aos professores. “Os equipamentos vão ajudar os profissionais a dar mais qualidade às aulas. Vamos iniciar novas matrículas para professores, pois nossa ideia é dotar todos da rede estadual de ensino com um netbook”, afirmou.

Ano letivo – O Governo do Estado também entregou, durante o início do ano letivo da rede estadual de ensino, fardamentos e kits escolares a todos os estudantes matriculados. Cada aluno recebeu material escolar e duas fardas. Na aquisição dos produtos, o governo estadual investiu R$ 35 milhões.

O Estado também investiu R$ 2,7 milhões na aquisição de material esportivo para as escolas. “Tenho convicção de que muita coisa precisa ser feita e que estamos apenas no início dessa caminhada. Mas temos pressa e estamos agindo”, destacou o governador.

Em 2012, a quantidade de vagas disponibilizadas nas escolas da rede estadual é 10% superior as ofertadas no ano passado, o que representa mais 36 mil vagas no Ensino Médio. Em 2011, foram matriculados 367.591 alunos; este ano, estão sendo oferecidas 403.591 vagas – o número total de matriculados em 2012, no entanto, será revelado apenas no mês de maio.

Ampliação de unidades – Ainda durante o “Fala Governador”, Ricardo Coutinho indicou a ampliação no número de escolas que passaram a oferecer dois turnos para os alunos. No início do ano passado, eram apenas 105 unidades da Rede Estadual de ensino que funcionavam assim; no final do ano, já eram 239. Agora, em 2012, o número saltou para 470.

“Este é um dos resultados do reordenamento de escolas. Enquanto alguns preferiam dizer que estávamos fechando unidades, os números mostram que ampliamos a oferta aos estudantes. Isso demonstra nosso compromisso com a grande política pública da Educação”, frisou.

O governador acrescentou que o Estado também está oferecendo 15 escolas com cursos de educação profissional, espalhadas pelas 14 gerências regionais paraibanas. “São cursos voltados para jovens e adultos, a partir de 18 anos de idade. Em cada localidade, estamos oferecendo capacitação no que a região tem de potencial para oferecer. Em Bananeiras, por exemplo, a escola ofertará curso profissionalizante de hospedagem, enquanto em Monteiro será de instrumento musical”, explicou.

Além disso, o Estado inicia o ano letivo com os salários dos professores reajustados de 10% a 33%. “Priorizei aqueles que tinham formação qualificada, como especializações e mestrados. É importante lembrar que já pagamos o maior piso salarial do Nordeste. Estamos investindo pesado na educação, pois ela é a base real de todo sistema de democracia”, finalizou