João Pessoa
Feed de Notícias

PB vai construir memoriais para Sivuca, Leandro Gomes e Zé Lins

quinta-feira, 18 de março de 2010 - 18:12 - Fotos: 
O governador José Maranhão conseguiu apoio do ministro da Cultura (MinC), Juca Ferreira, para a construção de três memoriais que homenageiam paraibanos ilustres: Sivuca, Leandro Gomes de Barros (considerado pelo poeta Carlos Drummond de Andrade como o verdadeiro ‘Príncipe dos Poetas Brasileiros’) e José Lins do Rego.

Para José Maranhão, “trata-se de preservar a memória de algumas das figuras mais importantes da cultura paraibana, garantindo às novas e futuras gerações o contato permanente com o que de melhor foi produzido no campo artístico pela nossa gente”.

 
Rapidez na tramitação – Entusiasmado, o ministro Juca Ferreira reuniu seus principais assessores para que os projetos apresentados pelo governo paraibano tramitassem com maior rapidez. Sobre o Memorial Sivuca, Ferreira revelou ter “o maior carinho” pelo projeto, confessando ser “um entusiasta do artista”.

Além de prometer a presença, na inauguração do Memorial, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que, segundo o ministro, também é fã de Sivuca, ele garantiu que a obra estará concluída ainda este ano. Com relação ao Memorial José Lins do Rego, a idéia é transformar a fazenda que deu origem ao livro do autor, ‘Menino de Engenho’, em um museu.

Mais projetos – Além dos três memoriais, o governador José Maranhão encaminhou projetos a serem financiados pelo Programa Mais Cultura, a exemplo dos cines Mais Cultura, dos Pontos de Leitura e, ainda, a revitalização de 25 bibliotecas públicas. Todos os projetos se encontram tramitando no Ministério da Cultura, e, segundo o ministro, em regime de prioridade. Para a próxima semana ficou marcada uma reunião com todos os envolvidos, no Estado e em Brasília, com o projeto do Memorial Sivuca.

O governador José Maranhão solicitou ainda apoio para mais quatro novas iniciativas: cinco edições Livro de Bolso; Salão Internacional do Livro; Museu da Revolução de 30 (Princesa Isabel) e o Programa de Banda de Música. Este último, na opinião do ministro, de grande relevância para o país: “Temos que quadruplicar os recursos para o Programa de Banda de Música. A grande escola de música do Brasil são as filarmônicas”.

Para o governador, é preciso “acabar com a concentração de recursos” e valorizar também as tradições do Nordeste brasileiro. O ministro afirmou que a modificação da Lei Rouanet, em tramitação na Câmara dos Deputados, tem exatamente o objetivo de “descentralizar o dinheiro” e beneficiar projetos culturais nos seus diversos segmentos de forma igualitária em todas as regiões do País.

Sérgio Botelho, da Secom-PB em Brasília