João Pessoa
Feed de Notícias

PB e RN assinam instrução que cria Zona Livre de Aftosa

terça-feira, 25 de setembro de 2012 - 14:38 - Fotos:  Alberi Pontes/Secom-PB

A Paraíba e o Rio Grande do Norte assinaram, na manhã desta terça-feira (25), em Parnamirim (RN), a Instrução Normativa do Ministério da Agricultura que cria a Zona Livre de Aftosa com vacinação para os dois Estados. A instrução inclui a Paraíba e o Rio Grande do Norte no inquérito sorológico e vai possibilitar o fim da barreira sanitária do gado para Estados da região nas mesmas condições.

A instrução foi assinada pelo Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Mendes Ribeiro, pelo vice-governador da Paraíba, Rômulo Gouveia, e a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini. A solenidade também contou com as presenças do secretário de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Marenilson Batista, do secretário de Agricultura do Rio Grande do Norte, Betinho Rosado, do secretário executivo da Agropecuária da Paraíba, Rômulo Montenegro, e do representante do Sebrae-PB, Antônio Felinto.

De acordo com o vice-governador Rômulo Gouveia, a inclusão da Paraíba nessa sorologia demonstra a evolução da defesa agropecuária da Paraíba, que cumpriu as metas preconizadas na auditoria realizada pelo Mapa. “A Paraíba passa por dificuldades semelhantes ao Rio Grande do Norte devido à seca, mas superamos muitas barreiras tomando as medidas necessárias para criar as condições de ter um estado livre da aftosa”, explicou o vice-governador.

Ele ainda destacou a atualização e a informatização do cadastro de produtores paraibanos, a elevação da cobertura de vacinação da aftosa de 75% para 85%, a contratação de técnicos agropecuários, aquisição de veículos, equipamentos e material para realização de barreiras móveis como fatores para o fim das barreiras sanitárias.

O ministro Mendes Ribeiro disse que o Mapa está iniciando os procedimentos necessários na Paraíba e no Rio Grande do Norte para que o Nordeste, em breve, chegue ao nível de aftosa zero.  “Isso representa uma vitória e um novo caminho que estamos trilhando para o setor agropecuário do Nordeste. Tudo leva a crer que, com os compromissos formados pelos governos da Paraíba e do Rio Grande do Norte, atingiremos as condição de zonas livres da aftosa com vacinação”, explicou o ministro.

O secretário de Desenvolvimento da Agropecuária, Marenilson Batista, informou que o processo de sorologia da Paraíba será iniciado, na próxima quinta-feira (27), por uma equipe do Ministério que vem à Paraíba iniciar a última etapa para tornar o Estado livre da aftosa com vacinação. “A revogação da instrução antiga vai facilitar o trânsito dos animais para estados vizinhos não apenas para comercialização, mas para a busca de pastos em regiões menos atingidas pela seca”.

O secretário executivo Rômulo Montenegro explicou que o processo de sorologia começa com a coleta de sangue dos animais para indicar se existe algum resquício de febre aftosa. “Isso será fundamental para que possamos a ascender à área livre com vacinação como aconteceu recentemente em Pernambuco, Ceará, Alagoas, Piauí, Maranhão. As barreiras desses Estados serão retiradas para o tráfego normal do rebanho e a participação do nosso rebanho em feiras nacionais de exposições”, explicou.

Os produtores comemoraram a mudança da instrução normativa e o livre trânsito do rebanho.  O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba (Faepa),  Mário Borba, disse que com a assinatura da instrução espera que, até o final do ano, a Paraíba seja considerada definitivamente zona livre da aftosa com vacinação o que é positivo para os produtores com a agregação de valor ao rebanho que não precisará passar pela “quarentena” ou barreiras para sair do Estado. “Quem ganha  com isso é o setor pecuário e a economia do Nordeste”,  completou Mário Borba.