João Pessoa
Feed de Notícias

PB atinge marca de R$ 15,3 milhões de recursos liberados só este ano

segunda-feira, 28 de novembro de 2011 - 19:03 - Fotos: 

Governador durante o Programa Fala Governador. Foto: José Marques/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho liberou, na manhã desta segunda-feira (28), cerca de R$ 6,6 milhões em financiamentos voltados, sobretudo, à inclusão produtiva, por meio do Projeto Cooperar-PB. Com o valor liberado, o Estado já alcançou este ano a marca aproximada de R$ 15,3 milhões em financiamento de projetos pelo programa. No programa “Fala Governador”, transmitido pela Rede Tabajara Sat, Ricardo Coutinho destacou que a meta é que a Paraíba chegue a R$ 20 milhões financiados.

A liberação dos recursos na manhã desta segunda aconteceu em meio às comemorações dos 20 anos de existência do Instituto de Terras e Planejamento Agrícola do Estado da Paraíba (Interpa). “É um órgão de grande importância para aquisição de terras e regularização fundiária na Paraíba”, destacou o governador. Nos últimos três anos, o Cooperar não fez nenhuma liberação de recursos.

Só nesta segunda-feira, o Cooperar contemplou 44 projetos, beneficiando 2,2 mil famílias. Dos vários segmentos que estavam na solenidade, Ricardo Coutinho destacou os catadores de materiais de resíduos sólidos de Itabaiana e Salgado de São Félix. “Agora, com o apoio do financiamento, eles poderão fazer catação e vender produtos recicláveis a indústrias, que precisam desta matéria”, disse.

Ainda no Fala Governador, Ricardo Coutinho destacou que, em novembro do ano passado, ele foi ao Banco Mundial e tomou conhecimento que o financiamento liberado para a Paraíba já estava para vencer no início de 2013. “O Estado não tinha utilizado absolutamente nada, porque não conseguia colocar a contrapartida de 15%”, lembrou. Agora, segundo ele, a meta do Governo é, no mínimo, triplicar os financiamentos.

O governador revelou durante o programa radiofônico que, por meio do Cooperar, o Governo do Estado está começando a fazer a transição para priorizar a inclusão produtiva paraibana. “Estamos investindo prioritariamente, para que as pessoas possam produzir mais e melhor, para, com isso, ganhar mais dinheiro, dando uma vida melhor as suas respectivas famílias”.

Polo avícola – Como exemplo deste trabalho, Ricardo Coutinho citou o investimento feito na manhã desta segunda-feira, no valor de R$ 500 mil, para uma cooperativa de criação de galinha caipira,em São Sebastião de Lagoa de Roça, no agreste paraibano. “Vamos construir um abatedouro, financiar a compra de um caminhão para que facilite o transporte da produção, entre outras ações. Também iremos dotar o arranjo produtivo para vender em qualquer parte do mundo, pois os equipamentos utilizados lá sãos os mesmos de qualquer grande empresa privada. Queremos transformar a Paraíba em um grande polo avícola”.

Todos esses esforços, conforme falou Ricardo, objetiva garantir que os pequenos produtores paraibanos tenham a inclusão social e produtiva que merecem. “E, para isso, precisamos utilizar instrumentos do Estado para trazer dignidade e respeito à população”, disse.

Responsabilidade Fiscal – No Fala Governador, ainda, Ricardo Coutinho destacou a importância da responsabilidade fiscal para firmar convênios com recursos federais. “Essa lógica permite ao Estado sonhar, olhar pra frente e perceber que o futuro será melhor que o presente. Tenho coragem e dever de fazer o que é melhor para o povo”, assegurou.

Ele destacou que, no grupo III do PAC2, a Paraíba foi, proporcionalmente, o maior Estado do País em recursos, com acesso a R$ 120 milhões. “É preciso participação do Governo Federal e estamos trabalhando muito para que as emendas apresentadas na bancada federal se tornem realidade”, acrescentou. Ele destacou, ainda, que o Governo do Estado planeja, nos próximos anos, revitalizar toda a malha rodoviária paraibana, incluindo a Transnordestina e a ponte interligando Cabedelo a Lucena.

Água para Sossego – O governador cumpre agenda no município de Sossego, onde serão retomadas as obras para construção de uma adutora, orçada em R$ 1,3 milhão, que levará água de Cubati para a cidade. A adutora terá20 quilômetros de extensão, incluindo ainda a instalação de duas estações elevatórias. “A água chegará à torneira de todos os moradores de Sossego, que era colocada como uma cidade crítica quando se trata de acesso à água”, revelou.

Ainda nesta segunda-feira, será autorizada pelo governador a restauração da rodovia PB-137, ligando o município de Picuí à BR-104. A obra está avaliada em R$ 11,5 milhões. “Picuí, que por um lado é interligada a Soledade, passará a ser interligada, também, à BR-104 pelo outro lado. Obras como essa, só fortalecem a integração da Paraíba. Um Estado que não consegue movimentar sua economia e pessoas internamente com segurança, tem dificuldades para se desenvolver”, enfatizou o governador.