João Pessoa
Feed de Notícias

Patologista paraibano faz palestra sobre necropsia clínica em Recife

sexta-feira, 19 de março de 2010 - 15:44 - Fotos: 

O médico paraibano Raimundo Sales Filho, pertencente ao quadro de patologistas do Serviço de Verificação de Óbito (SVO) da Secretaria de Estado da Saúde (SES), proferirá palestra na próxima terça-feira (23) no auditório da Cooperativa dos Anestesiologistas de Pernambuco (Coopanest), em Recife, quando abordará o tema ‘Necropsia Clínica’, título do livro que lançou recentemente, fruto de sua tese de doutorado.

O patologista falará sobre a realização de necropsia clínica, cujo objetivo principal é o diagnóstico da doença que ocasionou o óbito, diferentemente da necropsia forense ou médico-legal, que é realizada nos casos de óbitos por causas externas como suicídios, homicídios ou acidentes.

Durante a palestra, Raimundo Filho vai apresentar o seu livro que trata da necropsia clínica e das fases históricas da prática do exame necroscópico que se confunde com a própria história da medicina, enfatizando sua importância didática e epidemiológica e considerando, segundo ele, que as estatísticas de mortalidades são medidas indiretas de saúde coletiva e muito importantes na avaliação da qualidade de vida de uma população.

“No livro foram selecionadas 139 fotografias coloridas realizadas in loco durante os exames, ilustrando as condições externas do corpo e os achados átomo-patológicos das principais causas de óbitos, evitando modificações de cor e deformações causadas pela fixação”, revelou.

O especialista é natural de Campina Grande e fundador do Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) de João Pessoa. Graduado pela Faculdade de Medicina da UFPB, realizou o curso de Formação de Oficiais Médicos do Exército no Rio de Janeiro, onde exerceu a função de médico patologista e chefe do Serviço de Anatomia Patológica do Hospital Central do Exército, e ainda integrou o quadro funcional do Hospital Clementino Fraga Filho, naquele Estado.

Atualmente, é professor assistente da disciplina Anatomia Patológica do Curso de Medicina da UFPB; professor adjunto de Patologia Geral na Faculdade de Medicina Nova Esperança, em João Pessoa, e do curso de doutorado de Saúde Pública do Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Recife-PE. O patologista paraibano é coronel remunerado da área de saúde do Exército Brasileiro.

Cardoso Filho, com fotos de Antonio David, da Secom-PB