Fale Conosco

29 de junho de 2011

Parceria entre secretarias amplia atividades do projeto “Centros Sociais Urbanos de Férias”



Técnicos das duas pastas estiveram reunidos hoje pela manhã

Representantes das duas pastas estiveram presentes na reunião. Foto: Secom-PB

Uma parceria entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano e a Secretaria de  Juventude, Esporte e Lazer vai possibilitar que crianças e adolescentes pratiquem quatro modalidades esportivas dentro do projeto “Centros Sociais Urbanos de Férias”, que começa na próxima segunda-feira (4), no bairro de Mandacaru, em João Pessoa. O material esportivo que será utilizado no projeto foi entregue nesta quarta-feira (29).

Basquete, futebol de campo, futsal e vôlei serão as modalidades desenvolvidas pelos técnicos da Secretaria de Esporte durante os três dias de atividade em Mandacaru.  “É com extrema satisfação que fechamos essa parceria com a secretária Aparecida Ramos para que os Centros Sociais Urbanos possam dar um passo importante no enfrentamento ao crack através da prática do desporto físico”, afirmou o secretário da pasta, Fábio Maia, durante a entrega do material esportivo.

Mais de 500 crianças se inscreveram para as atividades do projeto “CSU de Férias”, no bairro de Mandacaru. O projeto, que seria iniciado na segunda-feira passada, foi adiado para o período de 4 a 7 de julho, em função da grande demanda de crianças e adolescentes das escolas públicas.

Além das modalidades esportivas, o projeto “CSU de Férias” vai oferecer também oficinas culturais, mini-cursos e apresentações artísticas nos centro sociais urbanos durante o mês de julho, através de uma programação que vai abranger as cidades de Campina Grande e Areia.

Em Mandacaru, as atividades serão realizadas em dois horários: das 9h às 12h e das 14h às 17h. Já estão confirmadas oficinas com técnicas circenses, origami, percussão, canto, capoeira e dança de rua.

Inscrições – Poderão participar do “CSU de Férias” alunos do ensino fundamental das escolas da rede pública. As inscrições devem ser encaminhadas pelos diretores das unidades de ensino.