Fale Conosco

8 de março de 2016

Parceria entre Governo do Estado e RNP amplia acesso de órgãos públicos à internet



Um acordo de cooperação técnica assinado entre a Secretaria de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia do Estado da Paraíba, por meio da Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapesq), e a Rede Nacional de Pesquisa (RNP) vai levar internet de alto desempenho a todas as instituições públicas do Estado. A RNP e o Governo do Estado vão investir mutuamente nas ações relativas à integração das Redes MetroCG (Campina Grande), Rede Metro JP (João Pessoa), Rede Ipê e a Rede Paraibana de Alto Desempenho (Repad), por meio da cessão e/ou compartilhamento de infraestrutura de telecomunicações e de espaços físicos para colocação de equipamentos, visando ao atendimento às demandas da RNP e Fapesq no Estado da Paraíba.

O objetivo é também proporcionar aumento da disponibilidade das redes MetroCG, Rede Ipê e Repad e otimização do uso desses recursos. A RNP e a Fapesq investirão complementarmente na Rede Paraibana de Alto Desempenho, em equipamentos ou cabos ópticos, e na construção de redes de acesso e suas extensões em localidades do Estado da Paraíba onde a RNP possuir instituições usuárias, com o objetivo de atender, por meio da Repad, os campi e sedes das instituições federais, instituições federais e estaduais de ensino superior e instituições estaduais de pesquisa, usuárias da RNP, localizadas na Paraíba. O projeto da Repad está orçado em R$ 30 milhões. Mais de R$ 6 milhões já foram investidos.

De acordo com o presidente da Fapesq, Claudio Furtado, a primeira etapa fruto dessa parceria será a interligação via internet de instituições da Rede MetroCG, a exemplo do Hospital de Traumas, a Polícia, o IPC – Instituto de Polícia Científica entre outros órgãos do Governo do Estado localizados em Campina Grande, e a finalização da Rede Metro João Pessoa, para instituições da RNP.

O acordo prevê que onde a RNP investir na construção de redes de acesso e suas extensões em localidades do Estado da Paraíba, a Fapesq, em contrapartida, investirá na aquisição de equipamentos de redes e/ou cabos ópticos a serem utilizados na Rede Paraibana de Alto Desempenho. O mesmo se aplicando nos investimentos da Fapesq na construção de redes de acesso e extensões recebendo contrapartida semelhante da RNP. Os campi das organizações usuárias atendidas pela RNP decorrentes dos investimentos tanto da RNP quanto da Fapesq, receberão inicialmente conexões na velocidade de 1 Gb/s, quando em rede óptica metropolitana, e deverão ser aumentadas, à medida que estas atinjam uma ocupação superior a 75% da banda larga, podendo chegar a até 10Gb/s.