Fale Conosco

1 de julho de 2016

Parceria entre Fundac e Judiciário contempla sete internos da unidade Semiliberdade



O Mutirão da Semiliberdade disponibilizou para sete socioeducandos alvarás de liberdade, emitidos pelo juizado da 2ª Vara da Infância e Adolescência, durante mutirão, na última quarta-feira (29). Na ocasião, cinco socioeducandos receberam liberdade assistida e dois liberdade definitiva. Os alvarás foram entregues na manhã desta sexta-feira (1º).

Segundo Darcywendow Leite, a parceria entre a Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice Almeida (Fundac) e o Judiciário é bastante positiva para as unidades socioeducativas, por ser uma forma de dar mais celeridade às audiências dos internos. “Nos próximos dias, mais cinco socioeducandos serão liberados, totalizando 12, em um único mutirão”, disse o diretor da semiliberdade.

“Este foi o 5º mutirão da Semiliberdade realizado pelo Judiciário, no período de 1 ano e 3 meses. Através deles, tivemos 74 internos contemplados com liberdade definitiva e liberdade assistida”, disse Darcywendow Leite, enfatizando que apenas 12 deles retornaram à privação de liberdade.

A liberação dos internos aconteceu na unidade socioeducativa Semiliberdade, e contou com a presença dos familiares dos internos, do presidente da Fundac, Noaldo Meireles, e da vice-presidente, Deborah Estrela, além das assistentes sociais e da gerente da Padaria Escola, Magna Guimarães.

Segundo o presidente da Fundac, Noaldo Meireles, a decisão de retomar o curso da vida sem olhar para trás é deles. “A gente tem o poder de escolher, portanto, escolham não voltar mais para a privação de liberdade. Vocês são muito jovens e têm uma vida inteira pela frente”, aconselhou Noaldo.