Fale Conosco

23 de julho de 2009

Paraibano Pereira da Silva recebe homenagem na ABL



O governador José Maranhão visitou, na tarde desta quinta-feira (23), a Academia Brasileira de Letras (ABL), na cidade do Rio de Janeiro. Ele foi ciceroniado pelo escritor acadêmico Murilo Melo Filho, que mostrou as instalações da ABL, e depois tomou o tradicional chá das cinco. Maranhão participou da solenidade de 112 anos do aniversário da Academia, ocasião em que foi homenageado Pereira da Silva, primeiro paraibano ararunense a ocupar lugar na ABL.

Na solenidade, Maranhão entregou o prêmio de Literatura Infantil. O autor premiado foi Francisco de Salles Araújo, pela obra "Cordelinho", que reúne as histórias: "O Barato da Barata" e "O Tigre que virou doutor". Francisco de Salles Araújo veio da Paraíba para o Rio de Janeiro, onde foi eleito Cidadão Honorário da Cidade e membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel. Segundo a Comissão, "os versos do livro são tão bons quanto suas ilustrações, produzidas por Ciro Fernandes, um gênio da xilogravura".

Maranhão recebeu do escritor acadêmico Arnaldo Niskier o boletim da ABL, onde está registrado o discurso feito durante os 60 anos do Correio das Artes. Durante seu discurso Niskier, destacou os concursos de conto, poesia e redação, além do projeto Itinerarte, lançados pelo Governo do Estado. Também falou da recepção do governador Maranhão e da esposa, a desembargadora, Fátima Bezerra. O escritor ainda propôs a entrega da Medalha João Ribeiro para o superintendente da União, Nelson Coelho.  

Em seu texto, Niskier ainda relata de forma minuciosa a festa do Correio das Artes, realizada em João Pessoa dia 15 de julho. Neste mesmo dia foi lançada a edição da Revista Correio das Artes e do suplemento literário do jornal A União que completou 60 anos de existência. O evento aconteceu na Fundação Casa José Américo.

Participaram da visita na ABL a secretaria de Comunicação Institucional, Lena Guimarães, o superintendente da União Nelson Coelho e Ubirajara Meira, da Eletrobrás.