João Pessoa
Feed de Notícias

Paraíba vai sediar reunião dos Estados executores do Programa do Leite

quarta-feira, 25 de setembro de 2013 - 16:01 - Fotos: 

Os Estados que executam o Programa do Leite instalarão um fórum permanente para discutir os problemas hoje enfrentados pelo programa, assim como para discutir alternativas diante das mudanças apresentadas pelo Governo Federal a serem executadas já a partir do próximo convênio entre Estados e Brasília. A reunião de instalação do fórum ocorrerá na Paraíba, em dezembro.

As mudanças no programa foram apresentadas em mesa técnica do PAA, realizada em Maceió na segunda (23) e terça-feira (24), com a participação dos representantes da Paraíba, Alagoas, Minas Gerais, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Maranhão e Bahia.

Pelo formato do novo convênio, que vai vigorar de dezembro deste ano a agosto de 2014, os percentuais de contrapartida importarão em maior custo aos Estados. Outra mudança relevante é a distribuição obrigatória de 30% do leite adquirido para entidades assistenciais que deverão ser cadastradas pelos Estados.

Essas alterações foram contestadas pelos representantes estaduais, inclusive da Paraíba. “A obrigatoriedade de distribuir o leite para as entidades é excelente, mas o curto espaço de tempo que teremos para implantar tal mudança e cadastrar as unidades demandará um esforço extra. Outro ponto que nos frustrou foi a indefinição dos preços a serem pagos, a fim de que possamos nos programar para atrair os produtores e reabastecer o programa, principalmente para a Paraíba que é sem dúvida o Estado mais afetado pela estiagem”, disse o presidente da Fundação de Ação Comunitária (FAC), Flávio Moreira, durante a reunião de Maceió.

A proposta de reuniões periódicas, da representante do Estado da Alagoas, também foi aprovada. Na proposta do fórum permanente, defendida pelo presidente da FAC, os gestores estaduais unificarão o discurso, assim como discutirão e compartilharão soluções para a execução do Programa do Leite.

O compartilhamento de informações e a troca de experiências entre os Estados que executam o programa, possibilitará encontrar as soluções. A Paraíba sente-se honrada em receber este encontro e desde já damos as boas vindas aos que vivenciam os mesmos problemas e buscam soluções”, afirmou Flávio Moreira.