Fale Conosco

17 de julho de 2009

Paraíba vai investir R$ 27 milhões em habitação, oriundos do empréstimo junto ao BNDES



Cerca de 38 mil paraibanos serão beneficiados com casa própria até o final de 2010, através de programas habitacionais que construirão moradias para 7.587 famílias em 142 municípios. Considerando a média de cinco pessoas por famílias, serão cerca de 37,9 mil paraibanos contemplados com habitação. Para a execução de três programas a Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap), investirá R$ 27 milhões, recursos oriundos do empréstimo que o Governo do Estado está consolidando junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A relação completa dos municípios contemplados com moradias está na edição do Diário Oficial do dia 16 de julho, nas paginas 1 e 2, com os respectivos números de casas por cidade.

Em parceria com sete prefeituras, o governo estadual construirá 581 casas, investindo recursos do Tesouro do Estado da ordem de R$ 637.754,00 (seiscentos e trinta e sete mil, setecentos e cinqüenta e quatro reais). Em Alhandra, serão construídas 198 unidades habitacionais; Conde, 35; Lagoa de Dentro 41; Mamanguape 207; Pedra Lavrada 34; Pitimbu 36 e São Miguel de Taipu, 30 casas populares.

No programa Pró-Moradia, a contrapartida do Estado é no valor de R$ 9.644.442,00 (9,6 milhões). Em 111 cidades paraibanas serão construídas 6.130 casas. João Pessoa está sendo contemplada com 1.310 unidades. Em Campina Grande são 2.200 unidades habitacionais, parte delas já em construção. Patos foi contemplada com 170 novas habitações. Em Cajazeiras serão construídas 150 casas e em Sousa 368. Na cidade de Guarabira 120 famílias realizarão o sonho da casa própria. Em Bayeux a casa própria será uma realidade para outras 100 famílias.

Em um terceiro programa habitacional, o Governo da Paraíba investirá R$ 16.792.341,00 (16,8 milhões), na construção de 876 casas e obras complementares pela administração direta da Cehap em quinze cidades: Borborema, Campina Grande, Marizópolis, Matinhas, Nazerezinho, Remígio, Riachão, Riacho de Santo Antonio, Serra Branca, Soledade, Caturité, Condado, Ingá, Sousa e João Pessoa. Com relação às obras complementares a Cehap fará serviços de esgoto sanitário em Caturité e Riacho de Santo Antonio; drenagem, pavimentação e terraplanagem no conjunto Colinas do Sul, em João Pessoa, beneficiando 1.310 moradias. Em Remígio haverá obras na rede de água, rede de esgoto e iluminação pública. Em Soledade serão construídos treze fornos para artesãos.

Josélio Carneiro, da Secom