João Pessoa
Feed de Notícias

Biblioteca da Funesc amplia horário e oferece atendimento noturno

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 - 14:32 - Fotos:  Roberto Guedes / Secom - PB

Atendendo a uma reivindicação antiga dos frequentadores, a Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) ampliou o horário de funcionamento da Biblioteca Pública Juarez da Gama Batista. Com uma média de visitação diária que chega a 400 pessoas, agora a unidade passa a atender ao público das 7h às 22h, de segunda a sexta-feira. Aos sábados, permanece aberta das 7h às 19h e aos domingos, das 8h às 14h.

Ainda em fase experimental, até 5 de março, o novo horário tem o objetivo de dar mais opção aos usuários, que vão desde estudantes do ensino médio a pesquisadores universitários e concurseiros.

Instalada no Espaço Cultural José Lins do Rego, atualmente a biblioteca conta com um acervo de cerca de 100 mil títulos e atende mensalmente uma média de quatro mil usuários, fazendo do local um dos equipamentos culturais mais frequentados do Estado.

Frequentador assíduo da Biblioteca Pública, Flávio Freitas aprovou e já se beneficiou com o novo horário de atendimento. “Ficou melhor, principalmente para quem estuda para concurso e não consegue ter a mesma disciplina ao estudar em casa. Alguns colegas que conheci aqui já vinham reivindicando há algum tempo para que a biblioteca abrisse à noite também”, disse o produtor cultural, que atualmente se dedica aos estudos para seleção de mestrado.

Com espaço amplo e climatizado, a biblioteca também é local de estudos de Andreza Vieira, aluna de doutorado. “Esse novo horário é maravilhoso, principalmente para quem prefere estudar à noite”, afirmou.

Estrutura – Possui um amplo espaço de dois mil metros quadrados, dotado de 36 cabines individuais e 12 para pequenos grupos. Oferece gratuitamente acesso à internet wi-fi e empréstimo de livros aos usuários cadastrados. Hoje é a maior biblioteca pública da Paraíba, com um acervo de quase 100 mil obras, entre livros, periódicos, dicionários, enciclopédias, almanaques, atlas, obras em braile, CDs, DVDs, jornais e obras de cordel. A meta da atual administração é atingir a sua capacidade total: 250 mil volumes.