João Pessoa
Feed de Notícias

Paraíba vacinará 1,2 milhão de pessoas contra a gripe A, a partir de março

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010 - 19:41 - Fotos: 
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) começa na próxima semana, a mobilização para a primeira campanha de vacinação da influenza A (H1N1), que terá início no mês de março próximo, em todo o País. A Coordenação Estadual de Imunização montou um calendário de preparação, que incluiu visitas e reuniões envolvendo as 13 regionais de saúde, secretários municipais de saúde, coordenadores de imunização e técnicos, a partir desta segunda-feira (8). Na Paraíba, entre os dias 8 de março e 7 de maio, deverão ser vacinados contra  a gripe A, pelo menos, 80% da população-alvo, que representa 1.264.561 pessoas. Desde o início da pandemia, a SES registrou 25 casos da doença no Estado, sendo um este ano.

O coordenador de Imunização da SES, Walter Albuquerque, disse que a vacina estará disponível nos 1.007 postos de saúde no Estado e a campanha envolverá 5.583 profissionais. “Montamos um calendário de vacinação de acordo com a realidade do Estado, garantindo que no primeiro momento – de 8 de março a 2 de abril – sejam imunizados os trabalhadores de saúde e profissionais envolvidos na resposta à pandemia, indígenas, gestantes, doentes crônicos e crianças de 6 meses a dois anos. De 5 a 23 de abril, serão imunizados a população na faixa etária de 20 a 29 anos e, entre 24 de abril a 7 de maio, os idosos com mais de 60 anos com doenças crônicas”, informou.

Levantamento – A população-alvo da campanha foi definida pelo Ministério da Saúde, cabendo ao Estado levantar o número de pessoas que se enquadrava em cada critério. Na Paraíba, das 1.264.561 pessoas que deverão receber a vacina, 37.770 são trabalhadores de saúde, 12.716 são indígenas, 69.322 são gestantes, 91.328 são crianças entre seis meses e dois anos de idade, 720.407 são paraibanos que têm entre 20 e 29 anos e 333.088 são pessoas com morbidade (cardiopatas, doentes renais, asmáticos crônicos, diabéticos, imunocomprometidos e outros). A vacina é contra-indicada para pessoas que apresentem alergia à proteína do ovo da galinha.

Mobilização – “Na próxima semana, estaremos iniciando um cronograma de mobilização nas regionais de saúde do Estado para manter os serviços de saúde envolvidos na resposta à pandemia funcionando bem e reduzindo a morbimortalidade assoaciada à influenza A. Começaremos esse período de preparação reunindo, na próxima semana, gerentes regionais, secretários, coordenadores de imunização e vacinadores das regionais de Itabaiana, Cajazeiras, Sousa, Catolé do Rocha, Patos, Pombal, Piancó e Princesa Isabel. Nos dias 18 e 19, vamos reunir profissionais das regionais de Monteiro e Campina Grande e, na semana seguinte, de Guarabira e Cuité e, por último, faremos o trabalho na regional de João Pessoa”, explicou.

Números – A gerente de Resposta Rápida da SES, Diana Pinto, informou que, desde o surgimento da nova gripe, foram confirmados no Estado 25 casos de gripe A, com três óbitos. Ela lembrou que, como a vigilância hoje é feita somente aos casos de doença respiratória aguda grave, outras pessoas podem ter tido a nova gripe, com sintomas de uma gripe normal sem necessidade de hospitalização e os casos não entraram na estatística.

A última confirmação da doença no Estado e a primeira deste ano foi de um analista de sistema de 25 anos, morador de João Pessoa, que adoeceu no dia 19 de janeiro e foi hospitalizado com sintoma gripal e dispnéia. O caso evoluiu para a cura. O resultado do exame foi liberado pelo Instituto Evandro Chagas (IEC), esta semana.

Da Assessoria de Imprensa da SES-PB