Fale Conosco

18 de julho de 2011

Paraíba supera meta do MS e vacina 100,14% do número previsto de crianças contra a pólio



A Paraíba ultrapassou a meta prevista pelo Ministério da Saúde para vacinação de crianças contra a poliomielite. O MS apontou a necessidade de se vacinar 95% da população de zero a cinco anos, na primeira etapa da campanha nacional, mas a Paraíba atingiu 100,14%, vacinando 295.600 crianças até a manhã desta segunda-feira (18).

Os dados atualizados, com os números e porcentagens, constam no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI), no site http://pni.datasus.gov.br/.

Quem falta – Embora já tenha ultrapassado a meta fixa pelo Ministério, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) alerta aos pais ou responsáveis sobre a importância de imunizarem seus filhos menores de cinco anos que ainda não foram vacinados nesta 1ª etapa da campanha contra a paralisia infantil. A campanha segue até a sexta-feira (22).

Último caso no país– No Brasil o último caso de pólio foi registrado no ano de 1989, na cidade de Sousa, interior da Paraíba. De acordo com o Ministério da Saúde o poliovírus, causador da doença, circula na Índia, Nigéria, Paquistão, Egito, Niger, Afeganistão e Somália.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera a Angola, Bangladesh, Etiópia, República Democrática do Congo, Sudão e Nepal como regiões com alto risco de reintrodução da poliomielite.

Paralisia infantil – A paralisia infantil é uma doença infectocontagiosa grave. Na maioria dos casos a criança não morre quando é infectada, mas fica com sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia, principalmente nos membros inferiores. A doença é causada e transmitida pelo ‘poliovírus’ e a infecção acontece, na maioria dos casos, por via oral.