Fale Conosco

10 de junho de 2012

Paraíba supera meta do Ministério da Saúde e vacina 82% dos grupos prioritários



A Secretaria de Estado da Saúde (SES) vacinou 526.070 pessoas dos grupos prioritários contra a Influenza, o que representa 82,64% da meta estipulada pelo Ministério da Saúde que era de vacinar 80% de 636.595 pessoas contra esse tipo de gripe, também identificada como H1N1. Os grupos prioritários incluem idosos, gestantes e crianças de 6 meses a 2 anos.

Segundo a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Júlia Vaz é importante que as gestantes e idosos a partir dos 60 anos que fazem parte dos grupos prioritários e que ainda não se vacinaram procurem uma unidade de saúde para tomar a vacina.

“A Paraíba registrou dois casos de H1N1 este ano, então é necessário que a população se conscientize sobre a importância da vacina, principalmente as gestantes e os idosos a partir de 60 anos”, afirmou a gerente. Ela ainda disse que os grupos que não são prioritários já podem se vacinar.

Júlia Vaz destacou ainda que outro fator importante na campanha deste ano é que a meta relacionada à população indígena foi alcançada, o que não aconteceu no ano passado “Este ano uma aldeia indígena foi escolhida para fazermos a abertura da campanha, como forma de estimular a vacinação também nos indígenas e isso deu certo. Eles entenderam a importância que representa a vacina para a saúde, por isso foi possível alcançarmos a meta estipulada pelo MS”, defendeu.

Para Júlia Vaz, a meta de vacinação também foi atingida graças a um trabalho de conscientização por parte das secretarias municipais de saúde. Dos nove Estados do Nordeste, a Paraíba ficou em terceiro lugar como o Estado mais bem vacinado. O 1º lugar ficou com o Estado do Maranhão, que apresentou uma cobertura de 87,27%, em segundo ficou Alagoas, com a cobertura de 85,70%..

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza A e B foi aberta no dia 5 de maio com previsão de encerramento para dia 25 do mesmo mês. O Ministério da Saúde prorrogou o prazo inicial para possibilitar que mais pessoas fossem imunizadas.

A campanha de vacinação tem como grupos prioritários crianças de seis meses a dois anos, mulheres gestantes, profissionais que trabalham na área da saúde, indígenas, pessoas com 60 anos ou mais e as privadas de liberdade. As doses foram disponibilizadas nos mais de mil postos de saúde administrados pelas Secretarias Municipais.

Em 2011 a SES também conseguiu superar a meta do Ministério da Saúde e vacinou 87,21% do público alvo. De acordo com Missânia Moreira, as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários e ainda não foram imunizadas contra Influenza devem procurar um posto de vacinação.

 

Balanço:

Crianças

Meta: 90.073 – Vacinadas: 80.056 (88.88%)

Trabalhadores de saúde

Meta: 37.702 – Vacinados: 49.835 (132.18%)

Gestantes

Meta: 45.041 – Vacinadas: 33.132 (73.56%)

Indígenas

Meta: 12.394 – Vacinados: 11.509 (92.86%)

Idosos

Meta: 451.385 – Vacinados: 355.468 (78.75%)