Fale Conosco

18 de outubro de 2011

Paraíba sedia simpósio de caprinos e ovinos



Considerado um dos maiores encontros do agronegócio da caprinovinocultura na América Latina, o 5º Simpósio Internacional sobre Caprinos e Ovinos de Corte (Sincorte) será realizado entre os dias 24 e 28 de outubro, em João Pessoa. O evento ocorrerá simultaneamente à Feira Nacional do Agronegócio da Caprinovinocultura de Corte (Fenacorte) e o 2º Fórum Nacional sobre a Caprinocultura Leiteira, no Hotel Tambaú. A abertura será às 20h do dia 25 de outubro e contará com a presença de pesquisadores de diversas partes do mundo.

O 5º Sincorte representa um grande esforço do Governo para manter a Paraíba na liderança tecnológica do setor de caprinovinocultura. Os três eventos representam o que há de mais moderno conhecimentos técnico-científicos na área e vão proporcionar a troca de experiências e informações que possibilitem inovações e venham a contribuir com o desenvolvimento do setor.

O secretário da Agropecuária e da Pesca, Marenilson Batista, disse que a expansão da caprinovinocultura é uma meta do Governo do Estado, salientando que toda a tecnologia existente na Emepa, empresa de pesquisa agropecuária da Paraíba, deve ficar a serviço do produtor.

“O Governo pretende trazer os propagadores dessa cadeia produtiva e extensionistas para o Sincorte, de maneira a divulgar as técnicas para o desenvolvimento da atividade. Será instalada uma Câmara Setorial para identificar as potencialidades e promover o diálogo do setor da caprinovinocultura”, comentou.

Para o coordenador do evento, o pesquisador Wandrick Hauss de Sousa, a 5ª edição do Sincorte vai enfocar os sistemas de produção sustentáveis de carne e leite. “Casos bem sucedidos serão também mostrados, para que possamos observar que é possível produzir carne e leite com pequenos ajustes no sistema de produção da região Nordeste”, disse Wandrick.

Ele explicou que o Sincorte continuará tendo um papel importante no fortalecimento da caprinovinocultura no Brasil, uma vez que a cada dois anos tem levantado temas de grande interesse. “Esses temas certamente servirão de base para ações e políticas que possam contribuir na melhoria das condições dos caprinovinocultores da nossa região”.

Durante o evento, pesquisadores brasileiros e do exterior discutirão inovações tecnológicas para o aprimoramento e a sustentabilidade dos sistemas de produção de carne e leite de caprinos e ovinos. Também estão previstas apresentações de trabalhos, vitrines tecnológicas, mostras, oficinas e cursos, entre outras atividades.

Potencialidade econômica – Segundo o presidente da Emepa, Manoel Duré, reunir técnicos, pesquisadores, estudantes, criadores e empresários de todo o país e do exterior em torno dessa potencialidade econômica faz com que a Paraíba tenha visibilidade em todo o mundo neste segmento.

Segundo Duré, a Emepa tem participação fundamental no setor porque foi o principal agente no processo de melhoria genética. “Nosso rebanho hoje é considerado de primeira linha, no contexto da cadeia produtiva da caprinovinocultura”, avaliou.

O simpósio vai incluir exposições de caprinos e ovinos e eventos paralelos, como a 1º Mostra Tecnológica Nordestina da Agricultura Familiar de Produtos Derivados da Caprinovinocultura. A gastronomia também será contemplada, com a Cozinha Interativa dos Sabores da Culinária Caprina e Ovina.

Eventos paralelos Para abordar melhor os temas pertinentes ao simpósio, acontecerão eventos paralelos, como o 3º Fórum Nacional sobre a Caprinocultura Leiteira, a 2ª Mostra Tecnológica de Produtos Derivados da Caprinocultura de Base Familiar do Nordeste, a Clínica Tecnológica do Projeto Aprisco Nordeste, a Cozinha Interativa e a Reunião da Câmara Setorial da Caprinovinocultura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Restaurantes da região vão prestigiar o evento. Será oferecido um cardápio exclusivo do Sincorte, em que poderão ser degustados pratos com carne, leite e outros derivados da caprinovinocultura paraibana. Como parte desse acontecimento, haverá também a noite da degustação de queijos, de leite e de vinhos.

Dentro das atividades do 5º Sincorte acontecerão quatro minicursos, nos dias 24 e 25, abordando os seguintes temas: “Avaliação de Carcaça em Caprinos e Ovinos em Tempo Real por Ultrassonografia: teoria e prática”, “Manejo Alimentar de Ovelhas e Cabras no Periparto”, “Aspéctos práticos do Manejo Reprodutivo de Caprinos e ovinos” e “Avaliação Morfológica de caprinos leiteiros: julgamento e classificação”.

A Embrapa participará pela primeira vez como organizadora. A expectativa é fortalecer a interação com a Emepa, parceira da Rede de Inovação da Caprinocultura e da Ovinocultura no Nordeste, composta em julho, e com o Sebrae, que também atuará nos projetos a serem desenvolvidos pela Rede, que reúne Embrapa e organizações estaduais de pesquisa agropecuária da região Nordeste.