Fale Conosco

3 de dezembro de 2013

Paraíba sedia IV Encontro Macrorregional Nordeste em Saúde do Trabalhador



A Paraíba vai sediar, a partir desta quarta-feira (4), o IV Encontro Macrorregional Nordeste em Saúde do Trabalhador, que terá como tema: “A Política Nacional de Saúde do Trabalhador e Trabalhadora”. O evento será realizado no Instituto de Religião João Pessoa (Igreja dos Mórmons), na Praça Castro Pinto (ao lado supermercado Bompreço), sob a coordenação do Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador na Paraíba (Cerest-PB), órgão ligado à Secretaria de Estado de Saúde. A abertura do evento, que se estende até a sexta-feira, (6), está marcada para as 18h desta quarta-feira (4), com o credenciamento dos participantes.

A coordenadora geral do Cerest-PB, Celeida Barros, explicou que o encontro vai reunir cerca de 170 pessoas de todos os Estados do Nordeste e será uma reunião na área de saúde do trabalhador, que servirá para fazer um balanço da Política Nacional de Saúde do Trabalhador na região Nordeste, abordando as dificuldades, avanços e o que se pode fazer para melhorar a atenção e os cuidados com o trabalhador. Para esse encontro foram convidados secretários de saúde, profissionais da Vigilância em Saúde, Atenção Básica, Gerências Regionais de Saúde e órgãos parceiros a exemplo da Superintendência Regional do Trabalho (SRTE), INSS, Ministério Público do Trabalho, (MPT), Sindicatos, Associações e vários outros órgãos entidades ligadas ao trabalhador.

Celeida Barros alertou que a saúde do trabalhador hoje em todo o Brasil é ‘uma situação gritante’, pois o adoecimento e a morte nos processos de trabalho é silencioso e pouco se notifica. De acordo com ela, os acidentes de trabalho hoje matam mais do que as guerras, a tuberculose e a AIDS. “Precisamos acordar os profissionais da área de saúde para que tenham um olhar mais sensível para esta categoria com a notificação e identificação de casos de acidentes de trabalho, afinal de contas todos nós somos trabalhadores e trabalhadoras, sejam formais ou informais, empregados ou desempregados e inativos”, afirmou.

Ela explicou que o Cerest-PB, em parceira com os três Cerest’s regionais (instalados em João Pessoa, Campina Grande e Patos) tem trabalhado, por meio de capacitações junto aos profissionais de saúde de todo o Estado, com o objetivo de aumentar o número de municípios que notificam casos de acidentes de trabalho. “A partir do momento em que se tem uma realidade precisa da situação, teremos mais condições de desenvolvermos políticas públicas voltadas para estes trabalhadores e essa realidade nós só alcançaremos com o processo de notificação e com o manejo clínico de agravos e doenças”, destacou Celeida Barros.

Segundo ela, hoje o setor onde se registra o maior número de acidentes de trabalho é o da construção civil devido ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que tem proporcionado o aumento da mão de obra e muitas vezes esses trabalhadores não têm e não recebem nenhuma noção de segurança no trabalho antes de iniciarem as suas atividades e isso contribuiu para que ocorram acidentes. Outro setor onde se registra muitos acidentes de trabalho é a área de saúde, principalmente com objetos perfuro-cortantes.

Celeida Barros disse que hoje uma das grandes preocupações do Cerest-PB é com relação ao uso indevido e indiscriminado de agrotóxicos, que tem trazido sérios problemas de saúde, não só para quem manuseia esses produtos, como também para quem consome legumes e frutas e hortaliças que recebem esse veneno. Para enfrentar esse problema, o Cerest-PB está com um projeto em andamento para ser aprovado e colocado em prática e que tem como principal objetivo identificar as áreas de risco para que sejam tomadas as devidas providências. O projeto prevê ainda a criação de um Serviço de Referência em Toxicologia.

Sobre o Serviço – Celeida Barros explicou que o principal objetivo do Cerest-PB  é fortalecer a política de saúde do trabalhador no Estado, capacitando a Rede SUS para  identificar, notificar e reabilitar o trabalhador  adoecido na sua atividade produtiva ou que sofreu acidente de trabalho, como também disseminando as ações  em saúde do trabalhador em todos os níveis de atenção à saúde do SUS, além de promover o ambiente e o processo de trabalho saudável. “O serviço é um aliado para melhorar as notificações do SUS”, destacou.

Veja a programação do evento:

1º Dia (04/12/2013)

Noite

18h às 19h – Credenciamento

19h às 19h30 – Mesa de abertura

19h30 às 20h – Palestra de abertura: ‘Balanço da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora no SUS com enfoque na Região Nordeste’ (Roque Veiga – Coordenador Nacional em Saúde do Trabalhador/MS)

20h às 20h30 – Palestra – ‘Política de Desenvolvimento Econômico Social da Região Nordeste: cenário do desenvolvimento da região, considerando as similaridades, diferenças, composição da força de trabalho, ramos produtivos existentes, incentivos fiscais para sua instalação, distribuição geográfica desses locais, e força sindical do setor’ (Prof. Dr. Ademir Alves de Melo – UFPB)

20h30 às 21h – Debate

21h30 – Coquetel

2º Dia (05/12/2013)

Manhã

8h30 às 9h – Palestra – ‘Potencialidades da Atenção Básica na Saúde do Trabalhador’ (Professora Dra. Jandira Maciel da Silva – UFMG)

9h às 9h15 – 1º trabalho (Experiência na Atenção Básica/PE)

9h15 às 9h30 – 2º trabalho (Experiência no Planejamento/BA)

9h30 às 10h – Debate

10h às 10h30 – Palestra – ‘Vigilância em Saúde do Trabalhador’ (Professor Dr. Tarcísio Márcio Magalhães Pinheiro – UFMG)

10h30 às 10h45 – 1º trabalho (Experiência em Vigilância/PB)

10h45 às 11h – 2º trabalho (Experiência em Vigilância/)

11h às 11h30 – Debate

11h30 – Almoço

Tarde

14h às 14h30 – Palestra – Conselho Nacional de Saúde / CIST Nacional (Geordeci Menezes de Souza – Coordenador da CIST Nacional/CNS/MS)

14h30 às 15h – Debate

15h às 15h30 – Coffee Break

15h30 às 17h – Trabalho em grupo

3º Dia (06/12/2013)

Manhã

8h às 08h30 – Abertura e direcionamento dos trabalhos em grupo

8h30 às 12h – Conclusão dos trabalhos em grupo

12h – Almoço

Tarde

14h às 15h – Apresentação dos grupos

15h às 15h30 – Debate

15h30 às 16h – Encaminhamentos/encerramento

Entrega de certificados

16h – Coffee Break