Fale Conosco

22 de agosto de 2011

Paraíba sedia encontro regional sobre DST/Aids e hepatites virais



A Paraíba está sediando, até a próxima quarta-feira (24), o Encontro Macro Nordeste de Coordenadores sobre DST/Aids e Hepatites Virais. A abertura oficial do evento aconteceu nesta segunda (22), no Centro de Convenções Sérgio Bernardes, no Hotel Tambaú, João Pessoa. O evento está reunindo cerca de 250 gestores e profissionais de saúde do Nordeste que trabalham nessa área.

Na abertura, o diretor do Departamento Nacional de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Dirceu Greco, destacou a pujança da Paraíba em realizar um evento tão importante, não só em nível de Nordeste como de Brasil. “Temos que travar uma luta sem trégua contra essas doenças, por isso o encontro é tão importante. Daqui sairão novas estratégias e ações para essa batalha”, disse.

Dirceu Greco disse também que é preciso dar maior visibilidade a essas enfermidades, o que pode ser conseguido com um trabalho bem articulado de informação, educação e de caráter preventivo com a população. “É preciso que as pessoas saibam as formas de prevenção contra essas doenças e evitem a contaminação. Esperamos que, ao final desse encontro possamos sair com estratégias e ações definidas para o enfrentamento dessas epidemias”, finalizou.

A gerente Executiva de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Júlia Vaz, que representou o Governo do Estado, afirmou que a Paraíba se sente orgulhosa por representar o Nordeste em um evento tão importante na área de saúde pública. Segundo ela, o encontro servirá com uma troca de experiências para incentivar e aprimorar as discussões na implantação de ações, serviços e políticas públicas voltadas para enfrentamento às DST/aids e às hepatites.  “Esse trabalho deve ser feito de forma interssetorial e interinstitucional”, disse.

Também participaram da abertura a gerente Operacional das DST/Aids e Hepatites Virais da SES, Ivoneide Lucena Pereira, que representou a Secretaria de Estado da Saúde, Almir Santana, de Sergipe, que representou os outros Estados, Roberto Maia, coordenador da DST/AIDS de João Pessoa e Vitor Buriti, que representou as ONGs.

Sobre o evento – Durante o encontro ainda serão discutidos temas relacionados ao enfrentamento da epidemia do HIV, aids e hepatites virais. Logo após a abertura oficial, houve a conferência “Resposta Integrada / Reestruturação/Prioridades Nacionais/Situação na Política de Incentivo”, com Dirceu Greco. A palestra da tarde foi “Cenário Epidemiológico Regional”, abordada por Elenice Ernesto de Araújo, coordenadora da DST/Aids de Campina Grande.

Outras palestras: “Sexualidade e reprodução assistida entre casais soro diferentes”, “Gestão/financiamento”, “Prevenção: redução de danos em álcool, crack e outras drogas”; “Feminização da aids e hepatites virais”; “Enfrentamento da Aids e hepatites virais na população LGBT”; “Programa Saúde nas Escolas (PSE) e Saúde e Prevenção nas Escolas(SPE)”; “Novas Tecnologias de Prevenção”; “Cuidado/Rede de Serviços”; “Transmissão vertical – hepatites e AIDS”; “População vulnerável – cuidados e intervenções”; “Teste rápido e diagnóstico precoce”; “Hepatites: novo modelo de assistência”.

Por fim, haverá uma exposição dialogada dividida em três eixos: gestão e financiamento; prevenção e rede de atenção e aplicação de um instrumento de avaliação da Macro Nordeste; e escolha da próxima cidade sede da Macro Nordeste. Haverá também apresentações culturais e mostras de experiências exitosas.