João Pessoa
Feed de Notícias

Paraíba se torna exemplo na gestão de negócio de avicultura e atrai atenção de estados vizinhos

quinta-feira, 9 de abril de 2015 - 15:39 - Fotos: 

O Projeto Cooperar se tornou um exemplo na execução de alternativas para facilitar o acesso ao mercado dos agricultores familiares através de projetos de avicultura caipira, segundo a gerente executiva do RN Sustentável, Ana Cristina Spinelli, que em companhia de outros técnicos do projeto visitou nessa terça-feira (7) a Agroindústria de Beneficiamento de Frango em São Sebastião de Lagoa de Roça, que recebeu investimentos de quase R$ 1 milhão do Governo do Estado e Banco Mundial para a construção da infraestrutura e aquisição de equipamentos.

A visita faz parte de um intercâmbio técnico, onde técnicos do RN Sustentável – projeto similar ao do Cooperar executado no Rio Grande do Norte – pretendem implantar este tipo de atividade que também se tornou um modelo de gestão com a organização de uma cooperativa, segundo Ana Cristina, onde pequenos e médios agricultores vem promovendo uma ação integrada de parcerias para viabilizar um negócio de grande porte.

Ela lembrou que, pela primeira vez, o RN Sustentável vai incentivar a execução de projetos de avicultura caipira e a previsão dos primeiros financiamentos por meio dos editais acontecerão até o segundo semestre deste ano, onde deverão ser executados 200 convênios de fortalecimento às redes de cooperativa como também da certificação de produtos de origem animal e vegetal no valor de US$ 30 milhões. “Vamos nos espelhar nesse projeto da Paraíba”, informou.

Segundo a presidente da Cooperativa Paraibana de Avicultura e Agricultura Familiar (Copaf), Maria Nazaré Barbosa, a visita foi muito importante e terá outros desdobramentos. Os técnicos do Rio Grande do Norte já manifestaram o interesse de conhecer in loco os criatórios das aves, como também acompanhar a assistência técnica prestada aos avicultores. “Percebi que nós estamos com o ‘ouro’ na mão e no caminho certo, pelo nível de conhecimento que os outros Estados possuem”, lembrou.

Segundo o gestor do Projeto Cooperar, Roberto Vital, mediante implementação de Alianças Produtivas, com vários grupos de até 50 avicultores organizados em associações parceiras da Copaf, o PB Rural Sustentável, em fase final de negociação entre Governo da Paraíba e Banco Mundial, apoiará o incremento de produção até conseguir a oferta para abate de 6.000 aves/dia.

“Para esses empreendedores, o PB Rural Sustentável garantirá subsídios de até 70% dos investimentos em construção de aviários padrão, com piquete irrigado por microaspersão, acionado por energia produzida por células fotovoltaicas e suporte para o acesso a água. Os 30% complementares se viabilizarão por poupança própria ou financiamento, via Programa Nacional de Fortalecimento à Agricultura Familiar (Pronaf),” anunciou Roberto Vital.

Nessa quarta-feira (8), foi realizado o primeiro abate teste para ajustar os equipamentos, com a previsão de ser abatido oficialmente o primeiro lote de aves ainda no próximo mês. Atualmente, a cooperativa tem uma produção diária de 3.500 ovos de frango caipira, e inicialmente, fará o abate de 1.200 aves diariamente.