Fale Conosco

16 de setembro de 2015

PB registra terceiro maior crescimento do varejo do país em julho, revela IBGE



Contrariando a tendência nacional de queda de vendas devido à crise econômica, a Paraíba apresentou o terceiro maior crescimento do varejo no mês de julho entre as 27 unidades da federação. Segundo a Pesquisa Mensal de Comércio, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (16), o volume de vendas de julho quando comparado a junho de 2015, na série com ajuste sazonal, registrou crescimento de 1,3%.  Os Estados de Roraima (2,7%) e do Pará (1,6%) lideraram o indicador no mês de julho.

Já no país, pelo sexto mês consecutivo, as vendas do varejo brasileiro recuaram. Em julho, na comparação com junho, a baixa foi de 1%, a maior, considerando o mês, desde 2000, quando teve início da série histórica do IBGE.

Foi o segundo mês consecutivo de alta nas vendas do varejo paraibano, quando se compara ao mês anterior. Em junho sobre maio, o crescimento das vendas havia sido ainda maior (2,6%).

Das 27 unidades da Federação, 20 delas apresentaram variações negativas no volume de vendas na comparação de junho para julho de 2015, na série com ajuste sazonal, conforme gráfico 5. As taxas variaram de -4,9% no Amapá a -0,3% em Minas Gerais. Nos estados do Maranhão, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, o volume de vendas se manteve estável nessa comparação.

Segundo o IBGE, o resultado é reflexo no país dos preços mais altos, oferta restrita de crédito e da contenção de gastos por parte dos consumidores. Apenas quatro Estados tiveram crescimento no volume de vendas: Roraima (2,7%), Pará (1,6%), Paraíba (1,3%) e Amazonas(0,3%).

No cenário do Nordeste, dos nove Estados sete tiveram retração nas vendas na passagem de junho para julho. As maiores foram em Pernambuco (-1,8%) e Alagoas (-1,7%) e Rio Grande do Norte (-1,3%), enquanto o Estado do Maranhão se manteve estável. Já a Paraíba foi o único Estado da Região que apresentou alta (1,3%) em julho. (veja o quadro com o ranking).

A Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural do comércio varejista no País, investigando a receita bruta de revenda nas empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, e cuja atividade principal é o comércio varejista.

Ranking do crescimento do varejo em julho:

Unidades de federação Crescimento em julho sobre junho
Brasil -1,0 %
Roraima 2,7%
Pará 1,6%
PARAÍBA 1,3%
Amazonas 0,3%
Maranhão 0,0%
Mato Grosso 0,0%
Distrito Federal 0,0%
Minas Gerais -0,3%
Rondônia -0,3%
Mato Grosso do Sul -0,4%
Santa Catarina -0,4%
Rio Grande do Sul -0,4%
Rio de Janeiro -0,5%
Piauí -0,7%
Ceará -0,7%
Tocantins -0,8%
Bahia -0,9%
Sergipe -1,1%
Rio Grande do Norte -1,3%
Espírito Santo -1,4%
Goiás -1,6%
São Paulo -1,6%
Alagoas -1,7%
Acre -1,8%
Pernambuco -1,8%
Paraná -2,2%
Amapá -4,9%

Fonte: Pesquisa Mensal do Comércio do IBGE