João Pessoa
Feed de Notícias

Paraíba registra maior crescimento do setor de serviços do Nordeste

terça-feira, 19 de novembro de 2013 - 16:37 - Fotos: 

O setor de serviços da Paraíba registrou a maior taxa de crescimento entre os estados do Nordeste, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) divulgada nesta terça-feira (19) pelo IBGE. O Estado apresentou alta nominal de 16,4% em setembro no setor, quando comparado ao mesmo período do ano passado. O índice registrado pelo setor de serviços no mercado paraibano ficou bem acima da média nacional (9,6%) e ainda alcançou a 4ª maior taxa do país.

O resultado de setembro mostra uma aceleração na receita obtida pelo setor de serviços do Estado frente ao crescimento de 8,7% apresentado em agosto. O bom desempenho de setembro elevou também o crescimento no acumulado de nove meses. No acumulado do ano, o setor de serviços do Estado subiu de 10,3%, até o mês de agosto, para 11% em setembro, o que coloca a Paraíba em segundo lugar na região, no resultado apurado em nove meses, empatado com a Bahia (11%). Já o Ceará lidera com de 14,3% no ano.

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE (PMS), a forte alta de setembro foi puxada pelos serviços profissionais, administrativos e complementares, que apresentaram alta de 33%. O segmento engloba ainda serviços terceirizados por empresas, como limpeza, segurança e serviços de portaria.

Para o secretário de Estado da Receita, Marialvo Laureano, os resultados do setor serviços, assim como os do comércio, que estão acumulando índices positivos ao longo deste ano “são reflexos do aquecimento da economia paraibana, que vem crescendo acima da economia brasileira e, agora, do Regional”, declarou.

Segundo Marialvo Laureano, “como os serviços e comércio têm peso no resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, a subida desses índices neste ano vão repercutir no melhor desempenho quando forem apurados os dados”, acrescentou.

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE passou a ser divulgada mensalmente em agosto deste ano. O índice é o primeiro indicador conjuntural mensal que investiga o setor de serviços no país. A pesquisa investiga as empresas de serviços que possuam 20 ou mais pessoas ocupadas, cuja principal fonte de receita seja a atividade de prestação de serviços e estejam sediadas em território nacional. Os segmentos, que foram incorporados na pesquisa do IBGE, abrangem as atividades que constituem o segmento empresarial não financeiro, excluindo-se os setores da saúde, educação, administração pública e aluguel. Entre os incluídos estão os serviços de transportes, alimentação, hotelaria, informação e comunicação e serviços profissionais, administrativos e complementares.

QUADRO:

Crescimento do setor de serviços em setembro e no ano:

Estado Crescimento de setembro Acumulado do ano
PARAÍBA 16,4% 11%
Alagoas 12,3% 9,9%
Ceará 10,8% 14,3%
Rio Grande do Norte 10,1% 4,9%
Bahia 9,3% 11%
Maranhão 7,8% 9,8%
Piauí 7,3% 3,3%
Pernambuco 7,2% 5,3%
Sergipe 5,4% 3,4%
Brasil 9,6% 8,4%

Fonte: Pesquisa Mensal de Serviços / IBGE