Fale Conosco

23 de agosto de 2012

Paraíba melhora sistema de sanidade animal



O resultado da última auditoria agropecuária, analisada pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), mostrou uma melhora significativa no sistema de sanidade animal na Paraíba, o que possibilita a inclusão do estado no calendário nordestino de realização da sorologia para ascensão da taxa de “status livre da aftosa” por meio da vacinação.

A avaliação demonstrou a evolução de quesitos importantes como cadastro de áreas de risco, planejamento e avaliação de vigilância ativa, sistema de notificação de enfermidades e o controle e planejamento de etapas de vacinação. O resultado da auditoria demonstrou, sobretudo, a efetiva integração do Governo do Estado no cumprimento das metas estabelecidas no último plano de ação assinado pelo governador Ricardo Coutinho.

Segundo o secretário executivo da Agropecuária e da Pesca, Rômulo Montenegro, a luta contra a aftosa e a manutenção do alto índice de sanidade animal no Estado ainda não acabou. “O próximo passo será estabelecer um planejamento estratégico para realização do inquérito soro-epidemiológico que deverá acontecer em outubro, para que a gente possa atingir o status de área livre da aftosa com todos os estados do Nordeste que compõem o circuito agropecuário”, comentou.

A Paraíba atingiu um índice vacinal de 87% na última campanha que aconteceu no mês de maio deste ano, superando todos os índices das campanhas anteriores. Além disso, o Estado realizou o recadastramento de todas as propriedades e do rebanho estadual, proporcionando e atualizando um dado real para controle e monitoramento das ações de defesa. Os últimos dados existentes eram do ano de 2009, o que tornava a Paraíba um Estado que não atendia a recomendação do Mapa de um índice aceitável, ou seja, superior a 80% do seu rebanho.