Fale Conosco

31 de outubro de 2011

Paraíba mantém percentual de cura da dengue em 99,91%



O percentual de cura da dengue na Paraíba se mantém em 99,91% de acordo com o boletim epidemiológico da semana 42 (16 a 22 de outubro), que foi divulgado nesta segunda-feira (31) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Durante a semana, foram notificados 18 casos suspeitos da doença nos municípios de João Pessoa, Cabedelo, Teixeira, Sapé, São Bento e Santa Luzia. Todos os casos confirmados nesta semana são remanescentes de semanas anteriores, cuja investigação só foi concluída agora.

A SES destaca que a vigilância em Saúde foi ativa e em todas as semanas do ano registrou e acompanhou a notificação de casos suspeitos. No próximo boletim será feita avaliação dos casos confirmados e descartados por semana epidemiológica. Esta análise vai possibilitar conhecer o período de maior confirmação dos casos, o que será uma ferramenta útil para o planejamento das ações de combate.

O acumulado de casos confirmados até a semana 42 foi de 7.561 casos de dengue clássica, 117 de dengue com complicações, 90 de febre hemorrágica da dengue e nove óbitos.

Olimpíadas de Combate à Dengue – A SES já iniciou o trabalho do período de baixa incidência e no dia 8 de novembro estará no município de Alagoinha distribuindo os jogos infantis “Olimpíadas de Combate à Dengue” nas escolas. A distribuição dos jogos faz parte do Plano de Ação para o Verão e aproximadamente 1,2 mil crianças de 4 a 10 anos matriculadas em três escolas do município receberão os jogos.

O município que será visitado em seguida será Diamante. Outras cidades dessa região serão visitadas nos dias 13 e 14, quando será definida com os prefeitos e secretários municipais de saúde a data de entrega dos jogos educativos. A SES investiu R$ 77 mil na aquisição dos jogos infantis para trabalhar com crianças em escolas, ensinando sobre os cuidados de prevenção e tratamento da doença.

PNCD – Na segunda-feira (24) a SES realizou uma reunião por videoconferência com a gerência do Programa Nacional de Combate à Dengue (PNCD), em Brasília, para obter orientações sobre o incentivo do Ministério da Saúde para combate à dengue nos 37 municípios prioritários da Paraíba.

No próximo dia 11 acontecerá um dia de oficina com os municípios prioritários e candidatos a receber o incentivo de 20% a mais do valor do Piso Financeiro da Vigilância em Saúde para as ações de combate à dengue. O objetivo da oficina é prestar assessoria técnica e padronizar os 37 planos de contingência, de acordo com o solicitado pelo MS. Os gestores também terão que assinar um termo de compromisso.

“Será uma primeira reunião de contato para que possamos dar suporte técnico e orientar como deve ser feito esse plano de contingência. E, já no dia 21, faremos uma reunião extraordinária na Comissão Intergestores Bipartite (CIB) para que sejam apresentados os planos e depois encaminhados ao Ministério da Saúde”, explicou a gerente executiva de Vigilância em Saúde, Júlia Vaz.

Se os planos de contingência forem aprovados, os repasses de 20% a mais no PFVPS poderão chegar já neste mês de novembro. “Por isso estamos exigindo agilidade na elaboração dos planos para que, assim que os recursos chegarem, sejam executadas as ações previstas”, alertou Júlia Vaz.