Fale Conosco

15 de março de 2013

Paraíba integra comissão organizadora do 5º Encontro Preparatório para Fórum Mundial de Ciência 2013



Ciência para o desenvolvimento global é o tema central do Fórum Mundial de Ciência 2013, evento que vem mobilizando as principais instituições de ciência e tecnologia do país em vários eventos preparatórios. O Governo do Estado da Paraíba, através da Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapesq) e do Instituto Nacional do Semiárido, faz parte da comissão organizadora do evento, que acontecerá em Recife, nos dias 25 e 26 de novembro de 2013. Nos dias 15 e 16 de abril próximo será realizado o 5º Encontro Preparatório para o Fórum, com o tema central: “Oceanos, Clima e Desenvolvimento”.

O Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) iniciou em 2009 um conjunto de ações com vistas à elaboração de uma estratégia regional do setor CT&I para as próximas décadas, em colaboração com as principais instituições científicas e tecnológicas brasileiras e governos da América Latina e Caribe. O principal resultado desses encontros foi a formalização de uma declaração regional sobre o tema, cujo eixo principal é o estabelecimento de um plano estratégico regional orientado à resolução de problemas comuns que afetam esses países e à necessidade de introdução da temática da inclusão social nas políticas nacionais de CT&I.

Essa iniciativa resultou na indicação da cidade do Rio de Janeiro para sediar a edição 2013 do Fórum Mundial de Ciência, que terá como tema central “Ciência para o Desenvolvimento Global”. Com a participação de um conjunto de atores que compõem o sistema nacional de CT&I, foi então criada, no final de 2011, a Comissão Executiva Nacional do Fórum Mundial de Ciência 2013, formada por representantes de 12 entidades do setor (MCTI, ABC, SBPC, MRE, MEC-Capes, CNPq, Finep, CGEE, Andifes, Consecti, Confap e Escritório da Unesco no Brasil), que tem como missão a preparação, programação temática e coordenação institucional do Fórum Mundial.

Pela importância do evento, as entidades deliberaram por realizar sete encontros preparatórios ao evento principal, em diferentes capitais brasileiras, onde vêm sendo discutidos temas relacionados aos principais desafios da ciência no século XXI, nos contextos nacional e internacional. Quatro temas transversais serão comuns aos sete encontros: educação em ciência; difusão e acesso ao conhecimento e interesse social; ética na ciência; ciência para o desenvolvimento sustentável e inclusivo.

O tema central escolhido para o 5º Encontro Preparatório, “Oceanos, Clima e Desenvolvimento”, tem como justificativa o aumento significativo de estudos do comportamento do clima do planeta, com a constatação, cada vez maior, da importância dos oceanos nas variabilidades e possíveis mudanças do equilíbrio climático nas últimas décadas. De acordo com a Comissão Organizadora, fica evidente o potencial de contribuição do país para o entendimento das mudanças climáticas regionais e globais, tendo em vista as dimensões continentais do Brasil e a diversidade de regimes climáticos e de biomas associados.

O 5º. Encontro Preparatório de Recife pretende abordar diferentes combinações da trilogia “Oceanos, Clima e Desenvolvimento”, com ênfase na identificação das contribuições científicas para a compreensão dos fenômenos, para o enfrentamento e adaptação às mudanças anunciadas, e para o desenvolvimento sustentável e inclusivo das populações a elas submetidas.

Entre os temas que serão abordados estão: Ciência e Tecnologia como Política de Estado; Interações Biosfera-Atmosfera e mudanças climáticas; Novas orientações para a pesquisa oceanográfica no Brasil; Desertificação: vulnerabilidade, mitigação e adaptação; Exploração de reservatórios não convencionais nos oceanos; Educação para a Ciência; Ciência, Tecnologia e Inovação para o semiárido brasileiro, entre outros.