Fale Conosco

14 de novembro de 2014

Paraíba gera 1.817 vagas em outubro e acumula terceiro melhor desempenho do Nordeste



A geração de emprego na Paraíba manteve trajetória de saldo positivo no mês de outubro e gerou 1.817 vagas. De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão do Ministério do Emprego e Trabalho (MTE), os setores do comércio (887 postos) e da indústria de transformação (648 postos) apresentaram os maiores saldos no último mês. Com o resultado, a Paraíba registrou o terceiro melhor desempenho do Nordeste. Já o país, no mês de outubro, perdeu 30.283 vagas, enquanto os nove Estados do Nordeste geraram 8.543 postos.

De janeiro a outubro, a Paraíba acumula um saldo de 14.626 novos postos, uma expansão de 19,43% sobre o mesmo período do ano passado (12.249). Nos dez meses deste ano, a Paraíba registra também o terceiro melhor desempenho da Região Nordeste em números absolutos, enquanto os Estados do Ceará (43.503) e a Bahia (36.212) lideram a geração de empregos na Região. (Veja o quadro completo).

Os setores de serviços (8.423), comércio (2.959) e construção civil (2.938) lideram na Paraíba o saldo de empregos criados nos dez meses deste ano. As três atividades mostram também forte expansão sobre igual período do ano passado. A construção civil registra o maior crescimento (468%), seguido do comércio (46%), enquanto o setor de serviços, que lidera em vagas, apresenta alta de 10,29% sobre o ano passado.

No cenário municipal, João Pessoa apresenta os melhores resultados da Paraíba com saldo de 5.579 postos criados, o que representa 38% dos empregos gerados nos dez meses deste ano. Na sequência ficaram Campina Grande (891), Patos (838), Santa Rita (812), Cabedelo (693) e Bayeux (418).

Saldo de vagas no acumulado do ano no NE

Unidade da Federação

Empregos gerados

Ceará

43.503

Bahia

36.212

PARAÍBA

14.626

Piauí

12.125

Rio G. do Norte

11.749

Maranhão

8.549

Sergipe

8.247

Pernambuco

410

Alagoas

-8.400

NORDESTE

127.021

Fonte: Caged/MTE