Fale Conosco

14 de setembro de 2011

Paraíba é um dos cinco estados brasileiros que mais criaram empregos formais em agosto



A Paraíba ficou entre os cinco estados brasileiros que mais criaram empregos no mês de agosto. O dado é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgado nesta quarta-feira (14). De acordo com o estudo, foram 10.271 novos empregos, crescimento impulsionado, principalmente, pelo cultivo de cana de açúcar, com 2.389 novos postos.

Pernambuco foi outro estado nordestino que se destacou, com 18.613 postos de trabalho, resultado alcançado, em grande part6e, pelo cultivo de uva, que gerou 1.144 postos. O Nordeste do Brasil, aliás, apresentou, em agosto, o terceiro maior resultado nesse mês e a maior taxa de crescimento dentre todas as regiões. Foram criados, no período, 59.513 empregos formais no Nordeste, que resultou numa taxa de crescimento de mais 1,02% em relação ao estoque de trabalhadores com carteira assinada.

Os outros estados nordestinos apresentaram os seguintes resultados em agosto: Ceará (8.005 postos); Bahia (7.143); Rio Grande do Norte (4.596); Alagoas (3.922); Maranhão (3.429); Sergipe (2.521); e Piauí (1.013).

De janeiro a agosto de 2011, foram criados 189.773 empregos no Nordeste. Os três estados que mais geraram empregos foram: Bahia, com mais 75.064 empregos, Pernambuco, com mais 43.626 postos, e Ceará, com 39.215 novos empregos. Nos últimos 12 meses, foram gerados um total de 384.588 empregos na região.