João Pessoa
Feed de Notícias

Paraíba é primeiro lugar no Nordeste em avaliação internacional

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010 - 11:40 - Fotos: 
Desta vez é no Programa Internacional de Avaliação de Alunos – Pisa, onde o Estado ficou em primeiro lugar no Nordeste, com a média geral de 385. No Brasil a média geral foi de 401. Em nível nacional a Paraíba obteve colocação de destaque, ficando em 13º lugar.
O Estado da Paraíba alcançou o primeiro lugar nas disciplinas de Leitura e Matemática e em Ciências obteve a segunda colocação no Nordeste, atrás apenas da Bahia. O resultado foi divulgado nesta terça-feira (07), pelo Ministério da Educação, com relação à avaliação feita no ano de 2009, que envolveu 470 mil estudantes de 65 países, entre eles 20 mil alunos do Brasil, das redes públicas e particular.
O Pisa é aplicado a cada três anos, com alunos do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e do 1º ao 3º ano do Ensino Médio. Na Paraíba a pesquisa foi realizada com 671 alunos de 36 escolas, em 26 municípios sendo 25 escolas da rede estadual, seis das redes municipais, três escolas particulares e duas federais.
De acordo com o secretário de Estado da Educação e Cultura Francisco de Sales Gaudêncio, os dados apresentam uma importante evolução do ensino brasileiro em Matemática, Leitura e Ciências, a partir de 2000, ano em que o Brasil ingressou no Pisa. “Na Paraíba, constata-se um resultado muito significativo, uma vez que o Estado apresenta a melhor média da Região Nordeste”, comemorou o secretário.   
O que é o Pisa
O Pisa – Programa Internacional de Avaliação de Alunos – é uma avaliação internacional que mede o nível educacional de jovens de 13 a 17 anos por meio de provas de Leitura, Matemática e Ciências.
O exame é realizado a cada três anos pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), entidade formada por governos de 30 países que têm como princípios a democracia e a economia de mercado. Países não membros da OCDE também podem participar do Pisa, como é o caso do Brasil, convidado pela terceira vez consecutiva.
O objetivo principal do Pisa é produzir indicadores que contribuam, dentro e fora dos países participantes, para a discussão da qualidade da educação básica e que possam subsidiar políticas nacionais de melhoria da educação.
O Brasil participa do Pisa por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas – Inep, responsável pela aplicação das provas em todo o País.  Essa participação tem o intuito de situar o desempenho dos alunos brasileiros no contexto da realidade educacional internacional, além de possibilitar o acompanhamento das discussões sobre as áreas de conhecimento avaliadas pelo Pisa em fóruns internacionais de especialistas.
 
A participação nesse processo de avaliação internacional leva, ainda, à apropriação de conhecimentos e metodologias na área de avaliação educacional. O Inep dissemina informações – resultados, conceitos e metodologias – geradas pelo Pisa aos diversos autores do sistema educacional brasileiro.
Janildes Andrade, da Assessoria de Imprensa da SEEC