João Pessoa
Feed de Notícias

Paraíba é pioneira em sistema que monitora frequência de alunos nas autoescolas

sexta-feira, 8 de maio de 2015 - 10:00 - Fotos:  Secom-PB

O Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) é o primeiro do país a implantar o monitoramento inteligente de permanência de candidatos na salas de aulas dos Centros de Formação de Condutores que funcionam no estado. A inovação tecnológica identifica o aluno e avisa quando ele entra e sai dos locais de aula.

O sistema do monitoramento inteligente é simples. Câmeras instaladas nas salas capturam imagens durante toda a aula teórica, e transmitem automaticamente para a central de monitoramento que fica na sede do Detran-PB.  Um software especial analisa as imagens e faz uma comparação com o registro biométrico realizado pelo candidato no início e final da aula.

Caso o sistema identifique que o aluno não assistiu às aulas conforme determina a legislação para obter a Carteira Nacional de Trânsito (CNH), o processo de habilitação do candidato será cassado. Todas as imagens capturadas pelo monitoramento inteligente serão armazenadas por um período de cinco anos.

O chefe da Divisão de Processamento de Dados do Detran, João Eduardo, disse que houve uma preparação de meses para utilização do monitoramento nas autoescolas. “Desde o ano passado, a gente realiza reuniões com as autoescolas e a equipe técnica do Detran”, explicou.

De acordo com ele, a ferramenta visa coibir uma prática que era comum por parte dos candidatos à CNH: a falta de interesses para assistir as aulas de legislação, primeiros socorros, meio ambiente, direção defensiva e mecânica básica. Disciplinas que fazem parte do curso teórico de formação de condutores.

“Por mais que o Detran tenha obtido sucesso com a implantação do registro da frequência no início e término de cada aula através da identificação do candidato por impressão digital e face, alguns candidatos simplesmente insistiam em não permanecer na sala de aula”, esclarece João Eduardo.

 

O chefe da Divisão de Processamento de Dados, acredita que o sistema dará certo, melhorando a assiduidade e permanência do aluno e com isso vai conseguir, juntamente com as ações de educação, reduzir o número de acidentes de trânsito com a formação de motoristas mais atentos às normas de segurança.