João Pessoa
Feed de Notícias

Paraíba é o quinto Estado do Nordeste a receber mais recursos federais

terça-feira, 5 de janeiro de 2010 - 12:35 - Fotos: 

O governo José Maranhão imprimiu sua marca e, apesar da crise financeira que acometeu todo o Brasil e o mundo em 2009, elevou a Paraíba à privilegiada posição de 5º Estado nordestino que mais recebeu recursos federais no ano que passou. Foram, segundo dados do Portal da Transparência, R$ 5.249.201.262,97 ao todo.

Esses recursos são referentes tanto a transferências obrigatórias, como também às transferências chamadas voluntárias, primordialmente efetivadas através de convênios com o Governo do Estado. Em relação às transferências voluntárias, a Paraíba recebeu, considerando as principais obras de infraestrutura, cerca de 212,4 milhões de reais. Estão inclusos ai, além dos 24 projetos do PAC Saneamento, o Sistema Adutor do Congo, o Sistema Adutor de Acauã e o Centro de Convenções, inclusive com um empenho recente relativo à conclusão dos serviços de duplicação da BR 230, no trecho João Pessoa-Campina Grande.

O secretário de Estado do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e da Ciência e Tecnologia, Francisco Jácome Sarmento, ressalta que a execução dessas obras, quando o novo governo assumiu, se encontrava na faixa de menos de 3% e passou para mais de 60% em apenas 10 meses.

“Inclusive com a premiação do Estado, que atingiu o ritmo máximo de celeridade na execução dessas obras permitindo que 20% da contrapartida estadual fosse dispensada, segundo uma instrução normativa divulgada no ano passado. Com isso, a Paraíba economizou, em contrapartida do empréstimo do BNDES, 10,1 milhões de reais”, destaca Sarmento.  “Isso sem contar com 44 milhões de reais empenhados no final de 2009, relativos à execução do projeto de derrocamento e desassoreamento do Porto de Cabedelo”, completa.

Para Sarmento, a posição conquistada pela Paraíba, como quinto Estado nordestino que mais recebeu recursos federais, é um fato que deve ser comemorado. “O governador José Maranhão, que esteve em Brasília frequentemente, corrigindo pendências e contornando a herança adversa que foi deixada pelo governo anterior, conseguiu esse feito de ser o 5º Estado nordestino que mais recebeu recursos federais, apesar do pouco tempo que teve para ajustar a máquina administrativa deixada praticamente em frangalhos pelo seu antecessor”.

O secretário também destaca que com o desembaraço dos problemas deixados pela administração passada, o ano de 2010 promete ser ainda mais promissor. Apesar de ser um ano eleitoral, o esperado é que as transferências de recursos federais se deem num volume ainda maior, permitindo que todas essas obras importantes e estruturantes para a Paraíba, possam ser concluídas nesse exercício de 2010.

Ana Aragão, da Assessoria de Imprensa da SEMARH