João Pessoa
Feed de Notícias

Paraíba é escolhida para desenvolver pesquisa sobre controle do tabagismo

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009 - 11:55 - Fotos: 

A Paraíba foi escolhida pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) e pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) para desenvolver um projeto-piloto na área de tabagismo. 

Nesta sexta-feira (11), a Secretaria de Estado da Saúde (SES) vai coordenar a ‘Pesquisa Sobre Conhecimentos e Atitudes no Controle de Tabagismo’. O lançamento será ao meio-dia no Restaurante Mandacaru Grill, na Praia de Tambaú, quando serão aplicados os primeiros questionários.
 
Em um prazo máximo de oito dias, devem ser entrevistados 1,2 mil pessoas na faixa etária de 15 anos e mais, em cerca de duzentos estabelecimentos comerciais entre restaurantes, pizzarias, bares, shoppings e boates de João Pessoa. De acordo com dados do Núcleo de Doenças e Agravos da SES, a Paraíba possui aproximadamente 740 mil fumantes.

Os questionários serão aplicados pela empresa DIT (Consultoria e Pesquisa), com sede em Recife, que ganhou a concorrência pública para realização do trabalho.  Os dez pesquisadores vão realizar as entrevistas das 12h às 14h e das 18h às 21h, horários com maior fluxo de pessoas nesses estabelecimentos comerciais.

A coordenadora do Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis da SES, Lourdes de Fátima Sousa, explicou que a Paraíba foi escolhida para desenvolver a pesquisa por ser um dos Estados brasileiros que mais tem se destacado nas ações de combate e prevenção ao tabagismo com destaque para a campanha ‘Ambientes 100% livres do cigarro’, implantada em 2006. Ela disse que o resultado da pesquisa vai servir como subsídio não só para a Paraíba como para outros Estados na criação e implantação de políticas públicas de saúde voltadas para o controle e combate ao tabagismo.
 
Fátima Sousa afirmou que o objetivo desta pesquisa de opinião pública é saber o que as pessoas estão achando da Lei 8.958, sancionada pelo Governo do Estado, no dia 30 de outubro deste ano, que determina a proibição do uso do cigarro em ambientes fechados públicos e privados. “Além de fazer uma avaliação das nossas ações de combate e controle do tabagismo, os entrevistados também vão responder a perguntas sobre o conhecimento deles a respeito do tabagismo”, afirmou Lourdes de Fátima.

Outros dados – De acordo com dados da SES, desde o início deste ano até o mês de agosto, 227 pessoas morreram por câncer de pulmão, 242 de estômago, 41 com câncer de boca, 57 com câncer de faringe e 52 de laringe. “Temos que fazer campanhas de conscientização constantemente, pois o tabagismo é uma pandemia responsável por 5 milhões de mortes, por ano, no mundo”, destacou Lourdes.

Ela lembrou que as campanhas têm conscientizado boa parte da população e o percentual de fumantes apresenta redução. O índice de fumantes na Paraíba há alguns anos era de 30% e hoje reduziu-se para 19%. Estatísticas mostram que, de cada 100 pessoas que começam a fumar, 90 estão na faixa etária de 12 a 19 anos. De acordo com uma pesquisa feita pela Vigitel (Vigilância de Fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico), entre 2006 a 2008, houve uma queda acentuada de fumantes, ano a ano. Em 2006, o número de fumantes maiores de 18 anos representava 15,9% da população brasileira; em 2007, caiu para 14,5% e, em 2008, baixou para 12,2%.

Assessoria de Imprensa da Secretaria de Saúde