João Pessoa
Feed de Notícias

Paraíba conquista Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos

terça-feira, 18 de dezembro de 2012 - 16:49 - Fotos: 

A Secretaria da Educação do Estado, por meio da 6ª Gerência Regional de Educação (GRE), conquistou o primeiro lugar do Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos (PNEDH), na categoria I – As Secretarias de Educação na construção da Educação em Direitos Humanos, com o projeto “Direitos Humanos é direito de todos”. O prêmio, que está em sua terceira edição, é desenvolvido pela Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), Ministério da Educação (MEC), Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República, Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed) e União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

No projeto vencedor, professores de 43 escolas da cidade de Patos foram capacitados por meio de parceira com as Faculdades Integradas (FIPE). Os cursos utilizaram metodologias e práticas de ensino adequadas para os Direitos Humanos, a partir de demandas sociais em violação dos direitos humanos nas realidades escolares. Sueleide Castro Fernandes, uma das coordenadoras do projeto, recebeu o prêmio nesta segunda-feira (17) das mãos do secretário de Educação e Cultura do Estado de Tocantins, Danilo de Melo Souza, que esteve representando o Consed na cerimônia. Estiveram presentes no evento o ministro de Educação, Aloizio Mercadante; a ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário Nunes; a diretora da Fundação SM, Maria do Pilar Lacerda; a diretora da OEI no Brasil, Ivana de Siqueira; e a secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão(Secadi/MEC), Claúdia Dutra.

“Não é difícil promover eventos, introduzir alguns temas relacionados com direitos humanos em situações esporádicas; o difícil é promover processos de formação que trabalhem em profundidade e favoreçam a constituição de sujeitos e atores sociais, no nível pessoal e coletivo”, comentou Sueleide Castro Fernandes. No total, nove projetos foram premiados. A premiação concede o valor de R$ 15 mil aos vencedores e R$ 5 mil aos segundos lugares de cada categoria.

PNEDH – O Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos é considerado um importante mecanismo de fortalecimento de práticas educacionais que promovam a construção de uma cultura universal dos direitos humanos. Ele foi concebido como bienal para permitir a troca de experiências e a reflexão sobre os projetos premiados; uma forma de contribuir para a consolidação de uma sociedade que afirme valores como liberdade, justiça, igualdade, solidariedade, tolerância e paz.

O prêmio é dividido em quatro categorias:

Categoria I – “ As Secretarias de Educação na construção da Educação em Direitos Humanos”, em que podem se inscrever as Secretarias Estaduais, Municipais e do Distrito Federal de Educação.
Categoria II - “A Educação em Direitos Humanos na Escola”, direcionada a Escolas Públicas e Privadas de Educação Básica.
Categoria III- “A Formação, a Pesquisa e a Extensão em Educação em Direitos Humanos”, para as Instituições de Educação Superior Públicas e Privadas.
Categoria IV - “A Sociedade na Educação em Direitos Humanos”, que busca estimular a participação de organizações não governamentais, movimentos e organizações sociais, sindicatos, igrejas, agremiações, grêmios, associações e demais entidades civis, desde que vinculados aos setores de educação e cultura, e empresas públicas e privadas.