Fale Conosco

8 de setembro de 2009

Para chegar lá, a Secretaria da Educação agiliza efetivação de convênios e reformas em escolas



Até 2011, o Estado da Paraíba terá mais 23.040 novas vagas para Educação Profissional e Tecnológica. Para isso, a Secretaria de Estado da Educação e Cultura (SEEC) está estreitando as parcerias, com o objetivo de agilizar a efetivação de convênios e colocar em prática a ampliação da rede. Para atender a demanda, uma escola será construída e também executadas reformas e ampliações em 30 unidades de ensino na Paraíba, onde o Programa Brasil Profissionalizado, do Governo Federal, investirá recursos da ordem de R$ 120 milhões.

Para tratar desse assunto, o secretário Sales Gaudêncio recebeu em seu gabinete a consultora do Brasil Profissionalizado do Ministério da Educação, Taniamá Vieira da Silva. Ela visitou a Secretaria, com o objetivo de fazer o monitoramento da dimensão: gestão educacional, formação de professores e práticas pedagógicas e discutir repasses de recursos, os convênios já firmados e os que deverão ser fechados entre a SEEC e o MEC.

Estão matriculados até o momento na Educação Profissional no Estado 8.440 alunos nos cursos Normal, Hospedagem, Secretariado, Contabilidade, Comércio, Manutenção e Suporte em Informática, Informática, Agropecuária, Aqüicultura, Eventos e Instrumento Musical. O Programa Brasil Profissionalizado é desenvolvido em 15 escolas nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Acaú/Pitimbu, Santa Rita, Lagoa Seca, Pombal, Sousa, Catolé do Rocha, Coremas e Itaporanga.

Janildes Andrade, da Assessoria de Imprensa da Educação e Cultura