João Pessoa
Feed de Notícias

Papai Noel visita pacientes internados do Hospital de Trauma e HTop

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017 - 16:18 - Fotos:  Divulgação

Sorrisos abertos e olhares curiosos foram registrados nos rostos das crianças e até adultos internados nas enfermarias do Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena e do Hospital de Traumatologia e Ortopedia da Paraíba – Htop, em João Pessoa, na manhã desta sexta-feira (22), com a visita de Papai Noel, que levou muita alegria, presentes e panetones para os pacientes. A iniciativa motivou os colaboradores da instituição, que seguiram o coral formado por profissionais da própria unidade de saúde, por todos os corredores do hospital.

“Nos sentimos muito felizes em promover essa surpresa para os pacientes que estão sendo cuidados pelo Hospital de Emergência e Trauma. Sabemos como o período de internação é estressante, por isto  quebramos a rotina de ansiedade”, destacou  a regente do coral e funcionária do Núcleo da Qualidade, Rosivânia Freitas.

Os acompanhantes e pacientes aprovaram a atividade desenvolvida. Todos se mostraram muito satisfeitos e alguns se emocionaram com a cantata de Natal. O adolescente C.V.A, de 14 anos, internado há uma semana na instituição de saúde, falou da surpresa. “Estou muito contente porque Papai Noel veio me visitar, trouxe presentes e ainda ouvi músicas de Natal”, disse entusiasmado.

O enfermeiro do hospital, José Equileis França, que viveu o personagem pela quarta vez consecutiva, comentou a experiência. “Sinto-me gratificado por espalhar boas energias aos nossos pacientes. É muito importante eles participarem de momentos de descontração, que os deixaram bastante alegres. Tudo isso ajuda no processo de recuperação”, ressaltou.

Segundo a coordenadora do Núcleo de Estágios, Capacitação e Eventos – Nece, Efigênia Lino, trazer esperança de renovo para os pacientes é de extrema importância. “Sentimo-nos muito felizes em promover essa surpresa para todos que estão sendo cuidados pelo Hospital de Trauma. Sabemos como o período de internação é estressante, por isto,  quebramos a rotina de ansiedade”, destacou.