João Pessoa
Feed de Notícias

Palhaço Xuxu e a argentina Maku Jarrak encerram III Balaio Circense

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013 - 12:42 - Fotos:  Divulgação

Criação do ator e diretor Luiz Carlos Vasconcelos, o Palhaço Xuxu é o homenageado deste ano no III Balaio Circense, que termina neste sábado (14), com patrocínio do FIC Augusto dos Anjos e Governo do Estado. O artista é uma das atrações da noite de encerramento do festival, que teve início em João Pessoa na última terça-feira (10) e apresentará o espetáculo “Silêncio Total – Vem Chegando um Palhaço”, às 19h. A outra apresentação será às 20h, com palhaça argentina Maku Jarrak. Ela trouxe o espetáculo “Metro Y Médio” (em português, ‘Metro e Meio’ – uma referência a sua baixa estatura). As apresentações acontecem no Anfiteatro Lúcio Lins, na Praça da Paz, nos Bancários. A entrada é gratuita.

Antes das apresentações, a partir das 17h30, será realizada uma intervenção urbana. Quem comandará a brincadeira é o grupo Street Clowns Crew, que apresentará uma coreografia que vem sendo ensaiada há semanas para a montagem de um flash mob na praça pública. Aproveitando o clima de fim de tarde, em que moradores do bairro se exercitam, os palhaços resolveram entrar em forma e convidarão todas as pessoas presentes a participarem de uma aula de ginástica divertida e muito atrapalhada. É o ‘Malha Clown’.

Silêncio Total – Vem Chegando um Palhaço” – O ator e diretor Luiz Carlos Vasconcelos se transforma no palhaço Xuxu para divertir o público com suas técnicas circenses e experiência musical desenvolvidas durante três décadas através de improvisos selecionados pelas reações do público em apresentações de rua.

O palhaço Xuxu existe com este nome desde 1978. Surgiu e se desenvolveu em experimentações de rua, basicamente através de improvisos onde o material que surgia era selecionado naturalmente pela aceitação ou não do público. Outras fontes de seu material cênico foram: a experiência como aluno da Escola Nacional de Circo do Rio de Janeiro, onde aperfeiçoou as técnicas circenses de equilíbrio, monociclo, dentre outras; e a experiência musical, inicialmente com o violino, depois com o antigo fole alemão de oito baixos.

Metro Y Médio” – Um espetáculo baseado na ação física e comunicação cômica com o público de uma forma ativa e casual. Maku Jarrak se comunica sem palavras, criando uma linguagem universal. Os momentos altamente técnicos e delirantes ocorrem dinamicamente durante o espetáculo e fazem parte de um universo cheio de equilíbrio excêntrico, provocação e ternura levando a um final literalmente explosivo. Em cena está a atriz Maria Eugenia Favale e a direção é do Palhaço Chacovachi.

PROGRAMAÇÃO

MALHA CLOWN – sábado, 14/12, às 18h (concentração às 17h30)

Street Clowns Crew (PB)

Uma intervenção urbana onde o público será convidado a entrar em forma, malhando com os palhaços. A coreografia é de Vant Vaz e animação do grupo Street Clowns Crew, que também montará um flash mob no último dia do III Balaio Circense, na Praça da Paz.

Direção: Vant Vaz

SILÊNCIO TOTAL – Vem Chegando um Palhaço – sábado, 14/12, às 19h

Palhaço XUXU (PB)

O palhaço Xuxu existe com este nome, desde 1978. Surgiu e se desenvolveu em experimentações de rua, basicamente através de improvisos. Xuxu é um palhaço que remete às memórias da infância, à magia do circo e aos primeiros atores de rua com números de equilíbrio e seu inseparável fole alemão de oito baixos faz no espetáculo um show a parte.

Criação e Atuação: Luiz Carlos Vasconcelos

METRO Y MÉDIO – sábado, 14/12, às 20h

Palhaça Maku Jarrak (Argentina)

Um espetáculo baseado na ação física e comunicação cômica com o público de uma forma ativa fresca e casual. Maku se comunica sem palavras, criando uma linguagem universal. Os momentos altamente técnicos e delirantes ocorrem dinamicamente durante o espetáculo e fazem parte de um universo cheio de equilíbrio excêntrico, provocação e ternura levando a um final literalmente explosivo.

Atuação: Maria Eugenia Favale

Direção: Palhaço Chacovachi