Fale Conosco

21 de março de 2016

Palestra sobre a lei Maria da Penha é apresentada no Hospital de Trauma de João Pessoa



Dentro da programação do Mês da Mulher, promovida pelo Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, para as colaboradoras, acompanhantes de pacientes e visitantes foi realizada uma palestra, no auditório da instituição, sobre a Lei Maria da Penha.

Segundo a advogada e professora Eliomara Abrantes, no ano de 2015 aconteceu algumas modificações na Lei, por isso as mulheres precisam saber como podem acionar todas as medidas protetivas prevista no código. “As mulheres precisam saber que a Lei existe, e que vai além da violência física, identifica também outros casos de violência doméstica”, explicou.

Eliomara ressaltou ainda que o agressor não precisa ser só o marido. “Poucas pessoas sabem, mas a lei Maria da Penha também existe para casos que independem do parentesco. O agressor pode ser o padrasto/madrasta, sogro/sogra, cunhado/cunhada ou agregados, desde que a vítima seja mulher”, disse.

Para Hérika Cristina, que trabalha como apoio do Hospital de Trauma, a palestra acrescentou muito aos participantes, já que muitas dúvidas foram esclarecidas mediante a explicação da jurista. “Saber que a Legislação protege mulheres não só dos parceiros, mas também de parentes, e vai além da violência física é muito importante”, destacou.