Fale Conosco

18 de março de 2016

Pacientes do Juliano Moreira expõem peças na feira de artesanato do Espaço Cultural



O Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira participa da feira de artesanato promovida pela Fundação Espaço Cultural (Funesc), neste domingo (20), a partir das 14h, com um stand chamado “Beija-Flor”, no qual serão expostas peças produzidas pelos pacientes do Complexo. Também serão mostrados trabalhos produzidos pelos usuários do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) AD III. A renda obtida com a venda dos produtos será para os pacientes autores das obras.

A ação é resultado da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde e a Funesc, que vai permitir a expansão do projeto de humanização Beija-Flor, desenvolvido pelo Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira, que oferece diversas atividades aos pacientes no intuito de tirá-los de dentro da estrutura de concreto para conhecer outros meios e auxiliar na recuperação.

Na feira, os visitantes terão a oportunidade de apreciar e de adquirir produtos feitos com material reciclável. São quadros, jarros, bolsas, camisetas e máscaras cuja principal característica é a criatividade. Cabo de vassoura e garrafa pet transformados em cortina; quadros com detalhes em papelão e CDs; máscaras com papel machê e tela de ventilador com cordão que nas mãos dos usuários foram transformados em arte. A parceria prevê ainda que pacientes do Juliano Moreira participem de atividades desenvolvidas no Espaço Cultural.

O Projeto Beija-Flor disponibiliza ainda ao paciente, dentro do Complexo, o Centro de Convivência Nise da Silveira, que integra a praça “Beija-Flor”, a sala “Espaço Luz”, para produção de artes plásticas e a biblioteca “Arco-Íris”. O objetivo do Centro é colocar o paciente em companhia da natureza e dar a oportunidade de participar de diversas atividades dentro do Juliano.