Fale Conosco

14 de agosto de 2017

Pacientes do Hospital de Trauma de João Pessoa recebem voluntários no dia dos pais



Em meio às dores físicas e superações diárias os pacientes internados no Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, neste domingo (13), desfrutaram de um momento lúdico cheio de alegria, animação e otimismo, em comemoração ao Dia dos Pais, propiciados pelos voluntários do ‘Ministério Sorriso Aberto’, da 1ª Igreja Batista Bessamar – Cidade Viva, localizada no Bairro do Bessa, em parceria com a instituição.

Vestidos de palhaços, os membros do Ministério visitaram as enfermarias da unidade hospital e levaram para pacientes, acompanhantes e funcionários da instituição uma mensagem de conforto e esperança. Durante as atividades os voluntários, brincavam com os pacientes, cantavam louvores, faziam dinâmicas e distribuíram sorrisos e palavras de conforto e esperança.

A integrante do Ministério e coordenadora da assessora jurídica da unidade hospitalar, Raquel Borges, falou sobre o trabalho. “Em meio às canções, brincadeiras e sorrisos repassamos a mensagem de Jesus, de  fé, amor, força e coragem, e por alguns momentos, ultrapassamos as fronteiras da dor dando espaço à alegria”, frisou.

Raquel Borges, explicou ainda sobre o projeto. “Hoje comemoramos dois anos levando momentos de evangelização ativa junto às crianças internadas. No entanto, por causa da comemoração do Dia dos Pais, estendemos a evangelização aos pacientes das enfermarias masculinas, para que eles se sentissem homenageados e alegres”, frisou.

A receptividade foi muito boa, não somente por parte dos que estão em recuperação na unidade hospitalar, como também pelos servidores da assistência. O coordenador médico da pediatria, Fabiano Alexandria, ressaltou que o projeto é muito importante na recuperação dos pacientes, bem como na renovação das forças de todos que estão de plantão.

No setor de Pediatria do Hospital de Trauma, as crianças ficaram alegres com as brincadeiras realizadas pelos integrantes do ‘Ministério Sorriso Aberto’. A mãe de um menino de 11 anos, internado em decorrência de fratura, fez questão de falar sobre a iniciativa. “Fiquei muito feliz em ver meu filho contente, sorrindo. Isto faz bem para a recuperação dele”, ressaltou.