João Pessoa
Feed de Notícias

Pacientes do Hospital de Trauma de João Pessoa recebem voluntários em conclusão de projeto

segunda-feira, 27 de novembro de 2017 - 16:32 - Fotos:  Divulgação

Em meio às dores físicas e superações diárias, os pacientes internados no Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena desfrutaram, neste domingo (26), de um momento de louvor, cheio de alegria, animação e otimismo, em comemoração ao encerramento do projeto Godstock, realizado pelos voluntários da 1ª Igreja Batista Bessamar – Cidade Viva, localizada no Bairro do Bessa, em parceria com a instituição.

Os membros do Ministério Sorriso Aberto (trabalham com crianças e adolescentes) e do Cordel Vivo (Coral) visitaram as enfermarias da unidade hospitalar e levaram para pacientes, acompanhantes, visitantes e funcionários da instituição uma mensagem de conforto e esperança. Durante as atividades os voluntários, brincaram com os pacientes, cantaram louvores, fizeram dinâmicas e distribuíram sorrisos e palavras de conforto e esperança.

A coordenadora do Sorriso Aberto, Raquel Borges, falou sobre o trabalho. “O Godstock é uma onda de amor e um movimento em favor da dignidade da vida que combina ações de arte, cultura, cidadania e evangelismo a serviço da população. Praticar o bem, cuidar do próximo, doar um pouco de si e ser ativamente responsável pela construção de um mundo melhor. Acreditamos que em meio às canções, brincadeiras e sorrisos repassamos a mensagem de Jesus, de  fé, amor, força e coragem, e por alguns momentos, ultrapassamos as fronteiras da dor dando espaço à alegria”, frisou.

Jonas Lourenço, coordenador do Cordel Vivo,explicou ainda sobre o projeto. “A proposta do Godstock, que tem no slogan ‘Quando o amor vence’, visaexercitar atitudes que compartilham a prática do amor de Deus ao próximo, por isso tentamos fazer um pouquinho por esse grande complexo hospitalar quando entregamos a pintura nas paredes da enfermaria da área de queimados e cantamos nos corredores da instituição”, frisou.

A receptividade foi muito boa, não somente por parte dos que estão em recuperação na unidade hospitalar, como também pelos servidores da assistência. O Fisioterapeuta, Frederico Augusto, ressaltou que o projeto é muito importante na recuperação dos pacientes, bem como na renovação das forças de todos que estão de plantão.