Fale Conosco

10 de outubro de 2012

Ouvidoria de Polícia e Direitos Humanos promovem oficina sobre segurança e cidadania



A Ouvidoria de Polícia da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Seds) e o Centro de Direitos Humanos Dom Oscar Romero (Cedhor) realizam nesta quinta-feira (11) a oficina “Segurança e Cidadania”. O evento acontece na sede da Ouvidoria, no Centro da Capital, das 8h30 às 12h e tem como objetivo propagar e discutir com policiais, estudantes e lideranças sociais a segurança pública como um direito humano fundamental.

Serão tratados temas como controle social da atividade policial, uso responsável dos serviços 190 e 197, acesso à Justiça, prevenção e superação da violência e democratização da segurança pública. Foram disponibilizadas 20 vagas e as inscrições podem ser feitas por e-mail (ouvidoria.policia@ssp.pb.gov.br, cedhor@hotmail.com) ou pelo telefone 3217-1304.

De acordo com a ouvidora Valdênia Paulino, o evento é resultante dos debates realizados durante o Fórum Paraíba Unida Pela Paz, encampado pela Seds, em julho do ano passado, e que envolveu toda a sociedade paraibana.

“Para avançar na segurança pública é necessário o envolvimento da sociedade. Segurança não pode mais ser vista como um problema de polícia e, nesse sentido, essas atividades são fundamentais para a conscientização de toda a população. É essa integração e mobilização social que estamos buscando”, afirmou.

A oficina faz parte do Projeto “Segurança Pública: Direito seu, meu, nosso! – Construindo juntos um novo modelo de segurança pública”, desenvolvido pelo Cedhor, entidade sem fins lucrativos situada na cidade de Santa Rita, com a colaboração da Ouvidoria de Polícia, do Conselho Estadual de Direitos Humanos, do Núcleo de Direitos Humanos da UFPB, do Centro de Referência de Direitos Humanos e do Movimento Nacional de Direitos Humanos.

O projeto prevê a realização de dez oficinas abrangendo todas as regiões do Estado, dois seminários e dois festivais de arte juvenil. O primeiro festival será no dia 8 de dezembro no bairro Marcos Moura, em Santa Rita, com diversas atividades culturais como hip hop, teatro, cordel, grafite e fotografia. Todas as apresentações deverão abordar o tema da segurança como um direito humano.