João Pessoa
Feed de Notícias

OSPB nos Bairros: Orquestra Sinfônica da Paraíba apresenta concerto na Paróquia São José

terça-feira, 2 de maio de 2017 - 10:14 - Fotos:  Walter Rafael

A Paróquia São José, no bairro José Américo, em João Pessoa, será o cenário do 4º Concerto Oficial da Temporada 2017 da Orquestra Sinfônica da Paraíba, abrindo a programação deste ano do projeto OSPB nos Bairros, que tem o objetivo de levar a música para moradores de comunidades da capital e de outras cidades do Estado. O concerto é gratuito e acontece nesta quarta-feira (3), às 19h, com regência do maestro Luiz Carlos Durier, apresentando um repertório de músicas eruditas e populares.

“As expectativas para este concerto são as mais positivas e especiais, porque estamos iniciando a temporada da orquestra nos bairros, fazendo uma aproximação artística e social da população mais carente”, disse o maestro Luiz Carlos Durier, destacando que a importância dessa ação é fazer do povo um público importante, “porque o trabalho musical da Orquestra Sinfônica da Paraíba é importante para a cultura do Estado e do Brasil, e trabalhar com esse projeto é um grande privilégio para todos nós. Com esse trabalho, a gente quer incentivar o estudo sério da música”, concluiu o regente titular da OSPB.

A apresentação começa com a execução de “Finlândia, Op. 26”, de Jean Sibelius (1865 – 1957), compositor finlandês de música erudita e um dos mais populares do fim do século XIX e início do XX. Sua música também teve importante papel na formação da identidade nacional finlandesa.

Em seguida, a orquestra vai tocar a música “Farandole da Suíte L’Arlesiene 2”, de Georges Bizet (1838 – 1875), compositor francês, principalmente de óperas, que teve uma carreira curta devido a morte prematura, aos 36 anos, e que teve “Carmen” como trabalho final, que viria a se tornar uma das óperas mais populares e frequentemente interpretadas no repertório operístico.

O público vai ouvir também destaques de “West Side Story”, composta por Leonard Bernstein (1918 -1990), maestro, compositor e pianista americano, vencedor de vários Emmys, que ficou famoso por dirigir a Filarmônica de Nova York, por realizar os concertos para jovens na televisão, entre 1954 e 1989, e pelas suas composições, como West Side Story, Candide e On the Town. Uma das figuras mais influentes na história da música clássica americana, patrocinou obras de compositores americanos e inspirou as carreiras de uma geração de novos músicos.

Depois será a vez da música brasileira, quando os integrantes da OSPB vão tocar “Sítio do Pica pau Esotérico”, de Dimitri Cervo, compositor brasileiro nascido em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, em 1968, que aos 14 anos apresentava ao piano as suas primeiras composições em público. Dimitri começou a se destacar nacionalmente em 1995, quando “Abertura e Toccata” recebeu o 1º prêmio no Concurso de Obras Orquestrais do XV Festival de Londrina e foi executada por cinco orquestras brasileiras. Sua discografia inclui dois CDs individuais, Toronubá e Série Brasil 2010, pelos quais recebeu três Prêmios Açorianos (melhor CD e compositor), além de obras registradas em CDs de diversos grupos e artistas.

Essa primeira apresentação dentro do Projeto OSPB nos Bairros será encerrada com a execução de “Suíte Nordestina” e “Seleção Luiz Gonzaga”, composições do músico pernambucano de Goiana, Maestro Duda (1935), reconhecido como um dos maiores regentes, compositores, arranjadores e instrumentista de todos os tempos e do frevo em especial.

Maestro Duda atuou na área teatral, musicando espetáculos de diretores como Graça Melo, Lúcio Mauro e Wilson Valença. Compositor de choros gravados por Severino Araújo e Oscar Miliani, sambas gravados por Jamelão e músicas para Quinteto de Sopros e Quinteto de Metais, banda e orquestra. Maestro Duda recebeu o prêmio de melhor arranjo de música popular brasileira em 1980, em concurso promovido pela Globo, Shell e Associação Brasileira de Produtores de Discos.

OSPB nos Bairros – O projeto foi criado para aproximar a Orquestra Sinfônica da Paraíba da população. Na temporada 2016, a OSPB levou o projeto para duas comunidades da capital paraibana. No dia 29 de setembro, os moradores do bairro de Mangabeira tiveram a oportunidade de conferir o trabalho dos músicos da orquestra paraibana na Igreja São Francisco de Assis. No dia 6 de outubro, foi a vez da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Valentina Figueiredo, sediar um concerto.

O regente – Natural de João Pessoa (PB), Luiz Carlos Durier é o regente titular da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB) há 17 anos. Seu trabalho direcionado para jovens músicos em formação tem reconhecimento em todo o Brasil. As suas interpretações produzem sempre sucesso de público e crítica. Sob sua batuta já se tornou tradição a Jovem apresentar estreias mundiais com excelente qualidade técnica e artística. Em setembro de 2013 foi nomeado diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB).

Na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), concluiu o ensino superior de música nos cursos de Licenciatura e Bacharelado. Desde que chegou à Escola Estadual de Música Anthenor Navarro (EEMAN), em 1991, lidera atividades de educação musical ensinando: Musicalização, Viola, Música de Câmara e Regência. Participou das XIX e XX Semana da Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) como professor da classe de regência. Na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está realizando o Curso de Especiação Em Fundamentos da Educação – Práticas Pedagógicas Interdisciplinares.

Como regente convidado conduziu a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, Orquestra Sinfônica do Estado de Sergipe, Orquestra Sinfônica da UFRN e Orquestra Criança Cidadã do Recife. Regeu a Orquestra de Cordas da 29ª e 30ª Oficina de Música de Curitiba. Na sua formação como regente foi aluno de Wolfgang Groth, Nelson Nuremberg e Guilhermo Scarabino. Desde 2005 estuda com o maestro Osvaldo Ferreira. Participou de Master Class com os maestros Kurt Masur e, recentemente, com Dante Anzolini. Ainda teve como mestres o maestro José Siqueira, José Alberto Kaplan, Iara Bernette, Violeta de Gainza, Guilhermo Campos e Horácio Schafer. No ano de 2012, recebeu a Comenda de Honra ao Mérito, pelo desempenho profissional frente a OSPB.

Conduziu a OSPB na gravação ao vivo do CD da cantora Marinês e sua Gente, do DVD Sivuca e os Músicos Paraibanos. Tem acompanhado com frequência, artistas populares com a OSPB e OSJPB em grandes concertos populares, tais como: Ângela Rô Rô, Arnaldo Antunes, Tico Santa Cruz e Renato Rocha (Detonautas), Flávio José, Genival Lacerda, Alcione, Toninho Ferragutti, Geraldo Azevedo, Dominguinhos e Zélia Duncan, sempre com grande sucesso de público e crítica.

No dia 5 de agosto do ano passado, Durier regeu as duas orquestras paraibanas no concerto com o cantor e compositor Zé Ramalho, comemorativo aos 431 anos da cidade de João Pessoa. A apresentação lotou o Teatro Pedra do Reino, do Centro de Convenções de João Pessoa.

Serviço:

4º Concerto Oficial da Temporada 2017 da Orquestra Sinfônica da Paraíba

Regente: Luiz Carlos Durier

Dia: 03/05/2017 (quarta-feira)

Hora: 19h

Local: Paróquia São José, R. Rosa Paula Barbosa, s/n – José Américo de Almeida, João Pessoa

Ingresso: Gratuito