João Pessoa
Feed de Notícias

Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba apresenta concerto com clarinetista pernambucano

quarta-feira, 30 de agosto de 2017 - 09:43 - Fotos:  Thercles Silva

Músicas de dois compositores brasileiros abrem o concerto desta quinta-feira (31) da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba, que terá regência do maestro Luiz Carlos Durier e a participação do clarinetista pernambucano José Fernandes Moreira Neto como solista. O 5º Concerto Oficial da Temporada 2017 da OSJPB começa às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural, com entrada gratuita.

“Repente Armorial”, de autoria do maestro, violinista e compositor Antônio Madureira, nascido em Macau, no Rio Grande do Norte, em 1949, será a primeira a ser executada. Antônio Madureira foi integrante do Quinteto Armorial, que associou a música erudita à popular, na década de 1970, vinculado ao Movimento Armorial, idealizado e liderado pelo escritor paraibanoAriano Suassuna.

Na sequência, com a presença do solista José Fernandes, será a vez do “Concertino para Clarinete e Orquestra (Fantasia, Toada e Final-alllegro)”, do pianista, regente e compositor erudito paulista Francisco Mignone (1897-1986), dono de uma obra musical que inclui numerosas canções, obras para piano, óperas, balés, de cunho nacionalista. Antes do intervalo, os jovens músicos da OSJPB vão executar ainda o “Adagio para Cordas”, composição do compositor norte-americano de música erudita Samuel Barber (1910-1981).

O concerto segue com a execução do “Finnish Sketches, Op. 88 (moderato assai – De Kalevala e moderato marciale – Cortejo Solene)”, do compositor russo Alexander Glazunov (1865-1936), e a “Sinfonieta n. 1 (alegro moderato, andante e alegro)”, de Samuel Krahenbuhl (1980), professor do Centro Universitário Adventista de São Paulo, que teve algumas de suas músicas apresentadas pela Orquestra Sinfônica da Unicamp, Quinteto de Metais da Unicamp e Orquestra da Universidade Adventista (Unasp).

Solista

José Fernandes Moreira Neto é natural de Recife-PE e iniciou seus estudos musicais em 2001, na Sesquicentenária Banda Musical Saboeira da cidade de Goiana-PE, onde administrou aulas de 2005 a 2007. Mais tarde integrou-se à Banda Voz dos Anjos da Assembleia de Deus na mesma cidade. Foi professor do Cemad (Centro de Educação Musical da Assembleia de Deus) e é um dos fundadores do Grupo Instrumental G7.

O clarinetista foi um dos primeiros integrantes e solista do grupo Sonopres, fez parte da Banda Sinfônica Mangaio do Conservatório Pernambucano de Música e, em 2010, ingressou na Orquestra Sinfônica Jovem do CPM, onde participou como segundo clarinetista da ópera O Morcego, de Johan Strauss. No mesmo ano se formou na Escola Técnica Estadual de Criatividade Musical do Recife, sob a orientação do professor Manoel Agostinho.

Em 2009, participou do 10º Festival Internacional de Clarinetista na cidade de Recife-PE e do Mimo (Mostra Internacional de Música de Olinda). Desde 2012, leciona na Escola Nova Geração em Goiana-PE e no mesmo ano entrou no Quinteto de Sopro Uruaé. Em 2013 foi solista pela OSUFPB-Jovem, participou da OSUFPB-Sopros, OSUFPB e Banda José Siqueira-UFPB. Em 2014 integrou na Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba, onde este ano atua como 1º clarinetista. Na Banda Municipal de João Pessoa Cinco de Agosto compõe o naipe de clarinetes.

Ao longo desses anos fez parte do festival ArtMusic e Expo-Music promovido pela Banda Musical Curica da cidade de Goiana. Hoje reside em João Pessoa e está cursando o VII período do Bacharelado em Música com habilitação em clarinete na (UFPB), com a orientação do professor José Arimatéia Verissimo (Tenhia).

Participou de Master Class com os professores Carlos Rieiro (UFPB), Paulo Sérgio (UFRJ), Crisóstomo Santos (CPM), Cristiano Alves (UFRJ), Arjan Woudenberg (Holanda), Amandy Bandeira (UFRN), Joel Barbosa (UFBH), Erilson Oliveira (ETECMR), Marcus Julius clarinetista principal da Orquestra Filarmônica Minas Gerais, entre outros pelo 1º Congresso Online de Clarinetista (ClariNets).

Regente

Paraibano de João Pessoa, Luiz Carlos Durier é o regente titular da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB) há 17 anos. Seu trabalho direcionado para jovens músicos em formação tem reconhecimento em todo o Brasil. Em setembro de 2013 foi nomeado diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB).

Como regente convidado conduziu a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, Orquestra Sinfônica do Estado de Sergipe, Orquestra Sinfônica da UFRN e Orquestra Criança Cidadã do Recife. Durier também regeu a Orquestra de Cordas da 29ª e 30ª Oficina de Música de Curitiba. No ano de 2012, o maestro recebeu a Comenda de Honra ao Mérito, pelo desempenho profissional frente à OSPB.

Entre suas atividades, conduziu a OSPB na gravação ao vivo do CD da cantora Marinês e sua Gente e do DVD Sivuca e os Músicos Paraibanos. Com a OSPB e a OSJPB, esteve à frente de concertos com artistas populares como Ângela Rô Rô, Arnaldo Antunes, Tico Santa Cruz e Renato Rocha (Detonautas), Flávio José, Genival Lacerda, Alcione, Toninho Ferragutti, Geraldo Azevedo, Dominguinhos e Zélia Duncan.

Por dois anos consecutivos, Luiz Carlos Durier regeu a Orquestra Sinfônica da Paraíba e a Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba em grandes concertos comemorativos ao aniversário da cidade de João Pessoa, com artistas paraibanos, que lotaram o Teatro Pedro do Reino, no Centro de Convenções. No dia 5 de agosto do ano passado, a apresentação teve como destaque o cantor e compositor Zé Ramalho, e neste ano, as atrações foram as cantoras Cátia de França e Nathalia Bellar.

 

5º Concerto Oficial da Temporada 2017 da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba

Regente: Luiz Carlos Durier

Solista: José Fernandes (clarinete)

Dia: 31/08/2017 (quinta-feira)

Hora: 20h30

Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural

Ingresso: Gratuito