João Pessoa
Feed de Notícias

Orquestra Sinfônica Jovem apresenta 8º concerto oficial nesta quinta-feira

terça-feira, 22 de novembro de 2016 - 09:29 - Fotos:  Secom-PB

Composições de Tchaikovsky, Hummel, Glazunov e Grieg estão no programa que a Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba vai executar no 8º Concerto Oficial da Temporada 2016, nesta quinta-feira (24), às 20h30, na Sala de Concertos Maestro José Siqueira, na Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), em João Pessoa. O concerto terá regência do maestro Luiz Carlos Durier e a participação do jovem violista Raul Victor Martins como solista. A entrada é franca.

Todas as músicas incluídas no programa desse concerto serão executadas pela primeira vez na Paraíba. A apresentação será iniciada com a execução da “Abertura Voyevoda, Op. 3”, ópera que está entre os trabalhos mais importantes do compositor russo Piotr I. Tchaikovsky (1840 – 1893), que pelo vigor e criatividade de sua obra se transformou num dos mais populares e reconhecidos autores da música clássica de todos os tempos.

O violista pernambucano Raul Victor Martins será o destaque da “Fantasia para Viola e Orquestra, Op. 94m”, de Johann N. Hummel (1778 – 1837), pianista e compositor austríaco, de origem eslovaca, que foi discípulo de Wolfgang Amadeus Mozart e amigo de Beethoven.  Brilhante concertista, Hummel contribuiu para o desenvolvimento da técnica pianística.

Após o intervalo, os jovens músicos voltam ao palco da Sala de Concertos para apresentar “Finnish Sketches. Op. 88”, de Alexander Glazunov (1865 – 1936), professor de música e compositor russo, cujo trabalho teve influência de Weimar, Richard Wagner e Tchaikovsky. Encerrando o concerto, a OSJPB vai executar a “Suíte Sigurd Jorsalfar, Op. 56”, de Edvard Grieg (1843 – 1907), o mais célebre compositor norueguês e um dos mais importantes do período romântico e do mundo.

O solista – Raul Victor Martins é natural de Recife (PE). Iniciou seus estudos na viola em 2007, incentivado por Cussy de Almeida, aos 10 anos de idade, no Projeto Criança Cidadã (OCC). Começou os estudos de iniciação musical com a professora Aline Lima. Em seguida, foi aluno da violista Nilzeth Galvão, da Filarmônica de Goiás e posteriormente com Savio Santoro (UFPE – Extensão), até os 18 anos de idade. Hoje, aos 20 anos, segue seus estudos como autodidata.

Em 2008, apresentou-se junto a OCC sob a regência de Cussy de Almeida no programa do Faustão, na Costa do Sauipe e na TV Cultura. Com a mesma orquestra, em 2014, apresentou-se no Vaticano, na presença do Papa Francisco, e em Portugal, para o primeiro-ministro daquele País.

Em 2015, participou com a Orquestra Criança Cidadã da Turnê Brasil, dirigida pelo atual maestro Nilson Galvão. Participou de masterclasses com violistas como Paul Cortese (Barcelona), Rafael Altino (Dinamarca), Michelle La Couse (Boston), Adrian Felizia (Argentina), Luiz Carlos Durier (Brasil) e com Gioria Schmidt. Já participou como violista convidado da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Pernambuco (OSUFPE), Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB), além da OCC.

Em 2014, foi premiado em seu primeiro concurso para jovens solistas na OCC e, em 2016, também como jovem solista, na OSJPB e OCC. Tem como objetivo aprimorar seus conhecimentos musicais na viola para correr o mundo desenvolvendo a carreira como solista.

O regente – Natural de João Pessoa (PB), Luiz Carlos Durier é o regente titular da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB) há 17 anos. Seu trabalho direcionado para jovens músicos em formação tem reconhecimento em todo o Brasil. As suas interpretações cativantes e criativas produzem sempre sucesso de público e crítica. Sob sua batuta já se tornou tradição a Jovem apresentar estreias mundiais com excelente qualidade técnica e artística. Em setembro de 2013 foi nomeado diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB).

Na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), concluiu o ensino superior de música nos cursos de Licenciatura e Bacharelado. Desde que chegou à Escola Estadual de Música Anthenor Navarro (EEMAN), em 1991, lidera atividades de educação musical ensinando: Musicalização, Viola, Música de Câmara e Regência. Participou das XIX e XX Semana da Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) como professor da classe de regência. Na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está realizando o Curso de Especiação Em Fundamentos da Educação – Práticas Pedagógicas Interdisciplinares.

Como regente convidado conduziu a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, Orquestra Sinfônica do Estado de Sergipe, Orquestra Sinfônica da UFRN e Orquestra Criança Cidadã do Recife. Regeu a Orquestra de Cordas da 29ª e 30ª Oficina de Música de Curitiba. Na sua formação como regente foi aluno de Wolfgang Groth, Nelson Nuremberg e Guilhermo Scarabino. Desde 2005 estuda com o maestro Osvaldo Ferreira. Participou de Master Class com os maestros Kurt Masur e, recentemente, com Dante Anzolini. Ainda teve como mestres o maestro José Siqueira, José Alberto Kaplan, Iara Bernette, Violeta de Gainza, Guilhermo Campos e Horácio Schafer. No ano de 2012 recebeu a Comenda de Honra ao Mérito, pelo brilhante desempenho profissional frente a OSPB.

Conduziu a OSPB na gravação ao vivo do CD da cantora Marinês e sua Gente, do DVD Sivuca e os Músicos Paraibanos. Tem acompanhado com frequência, artistas populares com a OSPB e OSJPB em grandes concertos populares, tais como: Ângela Rô Rô, Arnaldo Antunes, Tico Santa Cruz e Renato Rocha (Detonautas), Flávio José, Genival Lacerda, Alcione, Toninho Ferragutti, Geraldo Azevedo, Dominguinhos e Zélia Duncan, sempre com grande sucesso de público e crítica.

No dia 5 de agosto deste ano, Durier regeu as duas orquestras paraibanas no concerto com o cantor e compositor Zé Ramalho, comemorativo aos 431 anos da cidade de João Pessoa. A apresentação lotou o Teatro Pedra do Reino, do Centro de Convenções de João Pessoa.

Serviço:

Concerto da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba

Regente: Luiz Carlos Durier

Solista: Raul Victor Martins (viola)

Dia: 24/11 (quinta-feira), 20h30

Local: Sala de Concertos Maestro José Siqueira, no Espaço Cultural

Ingresso: Entrada franca