João Pessoa
Feed de Notícias

Orquestra Sinfônica dedica concerto a músico que morreu em outubro

quinta-feira, 5 de novembro de 2009 - 09:53 - Fotos: 

A Orquestra Sinfônica da Paraíba inicia a programação de concertos deste mês de novembro com uma homenagem especial ao músico José Maria de Sousa Chaves. Ele tocava corne inglês na orquestra e morreu no final de outubro. A apresentação será nessa quinta-feira (5), às 20h30, no cine-teatro Bangüê do Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa, com entrada gratuita, sob a regência do maestro titular da orquestra, Marcos Arakaki. O concerto integra o projeto Quintas Musicais, desenvolvido pelo Governo do Estado através da Funesc.
 
A Sinfônica da Paraíba irá executar três peças: “Imperador”, do compositor alemão Ludwig Van Beethoven, “Pavane”, do compositor e pianista francês Joseph Maurice Ravel, e “Uirapuru”, do maestro e compositor brasileiro Heitor Villa–Lobos. Em “Imperador” – obra composta para piano criada por Beethoven há 200 anos (em 1809) -, a OSPB vai receber, no palco, o convidado da noite, o pianista José Henrique Martins, curitibano radicado em João pessoa.
 
José Henrique Martins tem extensa formação acadêmica e musical. É professor de piano nos cursos de graduação e pós-graduação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e recebeu orientação artística de Henriqueta Garcez Duarte, José Alberto Kaplan, Cristina Capparelli, Anthony di Bonaventura e Maria Clodes Jaguaribe.
 
Em mais de 20 anos de carreira, Martins participou de eventos importantes dentro e fora do país, como a Bienal de Música Contemporânea Brasileira (Rio de Janeiro – 1987) e o III Festival de Arte e Criatividade (Portugal, 2002), entre outros. Também marcou presença em álbuns de compositores conhecidos, como Alberto Kaplan e Eli-Eri Moura. Recentemente, gravou um CD com repertório variado ao lado do trompetista Radegundes Aranha, com lançamento previsto para o final deste ano.
 
Homenagem especial

O grande homenageado da noite será o músico José Maria de Sousa Chaves. Ele morreu afogado na praia do Bessa no final do mês passado. Natural do Rio de Janeiro, “Zeca”, como era chamado entre os colegas, foi integrante da Orquestra Sinfônica da Paraíba durante 27 anos.
 
Zeca formou-se em música na sua cidade natal. Iniciou seus estudos musicais como pianista, depois formou-se em oboé e corne inglês. Ao longo de sua carreira, fez parte das orquestras sinfônicas de Porto Alegre (em 1979) e de Minas Gerais (em 1980). Em 1983 ingressou na Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB).
 
“Foi uma perda muito grande para a Orquestra Sinfônica. Além dele ser uma pessoa maravilhosa, era um músico de destaque, porque tocada um instrumento específico para determinada composição. Agora, não temos mais ele. Ele merece todas as homenagens”, opinou o maestro da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba, Luis Carlos Durier.
 
Serviço
Quintas Musicais
Orquestra Sinfônica da Paraíba
Quando: Quinta-feira, 20h30.
Onde: Cine-teatro Bangüê (Espaço Cultural José Lins do Rego, Rua Abdias Gomes de Almeida, 800, Tambauzinho, João Pessoa)
Quanto: Gratuito

Assessoria de Imprensa da Funesc