João Pessoa
Feed de Notícias

Orquestra Sinfônica da Paraíba encerra temporada 2015 com concerto natalino nesta quinta-feira

segunda-feira, 30 de novembro de 2015 - 13:52 - Fotos:  Secom-PB

A Orquestra Sinfônica da Paraíba realiza, nesta quinta-feira (3), às 20h30, o 16º concerto oficial da temporada 2015. A apresentação, que tem como regente o maestro Luiz Carlos Durier (titular), encerra a Temporada 2015 ressaltando o espírito natalino. O programa tem música de ballet que dá vida a um ‘Quebra-Nozes’. Traz ainda a música de grandes produções cinematográficas, para a contemplação dos amantes da sétima arte e a emocionante música do Natal. O concerto vai ser apresentado na Sala José Siqueira e a entrada custa R$ 2 (preço único).

“Festas Natalinas do Nordeste” é uma significativa e bela suíte de José Siqueira, inspirada em textos musicais e poéticos de danças dramáticas do folclore nordestino, como o Bumba meu Boi e o Pastoril, muito apreciados e apresentados na época do Natal. A Abertura resume todo o enredo da obra.

Tchaikovsky transformou um conto de Hoffman em um ballet celebrado no mundo inteiro, tornando O Quebra-Nozes um símbolo natalino. Na “Suíte de Ballet, Op. 71ª, Tchaikovsky” compõe uma música delicada. O ponto alto traz grandes emoções no Pas de Deux e com a Valsa das Flores.

“A Marcha dos Brinquedos” da opereta “Babes in Toyland” de Victor Herbert é um clássico da música infantil. Divertida e animada ficou popularizada pelas produções musicais na época do natal. Ideal para todas as idades.

A música do cinema também vai estar em evidência em dois arranjos de Ted Parson. No “Rei Leão” a inspiração vem do Afro Pop e do Reggae. Já no “Superman” os motivos são da ação, da força e da luminosidade.

O conceito de diversão e humor será conferido com “The Entertainer”, de Scott Joplim. O ragtime é um gênero musical autêntico norte-americano, originário das comunidades afro-americanas de grande popularidade entre 1897 e 1919. “Estranho e intoxicante” como chamou Joplim tem relação com o aspecto sincopado e principalmente com a alegria.

O espirito natalino encerra o concerto com títulos populares do Natal, como: “Natal Branco”, “Oh! Tannenbaun”, “Glória in Excelsis Deo”, “Bate o Sino”, “Adeste Fidelis”, “Noite Feliz”. “Este singelo e emocionante arranjo de Dierson Torres intitulado Cantos de Natal vem celebrar com alegria um grande momento da humanidade”, disse Durier. Sobre a temporada 2015, ele acrescenta: “Por aqui passaram grandes artistas, que conjuntamente com os nossos somaram em lindos e inesquecíveis concertos. O futuro nos aguarda com grandes produções para alegrar os corações e as almas da população, com diversão de alta qualidade artística”.