João Pessoa
Feed de Notícias

Orquestra Sinfônica da Paraíba apresenta concerto na Igreja São Francisco de Assis, em Mangabeira

terça-feira, 27 de setembro de 2016 - 11:48 - Fotos:  Secom-PB

Com a execução de músicas clássicas e populares, a Orquestra Sinfônica da Paraíba vai apresentar o 8º Concerto Oficial da Temporada 2016 nesta quinta-feira (29), às 19h, na Igreja São Francisco de Assis, bairro de Mangabeira, em João Pessoa.  Sob a regência do maestro Luiz Carlos Durier, a orquestra paraibana vai executar composições de músicos como Jean Sibelius, Tchaikovsky e Mahle, e também dos brasileiros Felinho e Luiz Gonzaga. A entrada é gratuita.

A apresentação faz parte do Projeto OSPB nos Bairros, que tem como objetivo levar a música para moradores de comunidades da Capital e de outras cidades do Estado. No dia 6 de outubro será a vez dos moradores do bairro Valentina Figueiredo conferir uma apresentação da sinfônica. O 9º Concerto Oficial da Temporada será realizado na Igreja Nossa Senhora Aparecida, a partir das 19h.

O mesmo programa será executado nos dois concertos. A “Abertura Karélia”, Op. 10”, do compositor finlandês de música erudita e um dos mais populares do fim do século XIX e início do século XX, Jean Sibelius, vai iniciar a apresentação.

Logo após seguem “Valsa Ouro e Prata”, de Franz Lehar, compositor austríaco de ascendência húngara, conhecido principalmente por suas operetas, e “Valsa da Ópera Eugene Onegim”, de Tchaikovsky, compositor romântico russo que viveu em meados do século 19 e que pelo vigor e criatividade de sua obra se transformou em um dos mais populares e reconhecidos autores da música clássica de todos os tempos.

O concerto continua com “Les Misérables” (arranjo: Bob Lowden), de Schonberg, produtor musical, ator, cantor e compositor francês, mais conhecido por suas colaborações com o letrista Alain Boublil. Suas grandes obras no teatro musical incluem Les Misérables (1980) e Miss Saigon (1989). Em seguida, será executada “A Pantera Cor de Rosa”, de Henry Mancini, compositor, pianista e arranjador americano, mais conhecido por compor trilhas sonoras para a televisão e o cinema, ganhando um número considerável de prêmios Grammy; e “Suíte Pernambuco n. 1”, do compositor e maestro brasileiro nascido na Alemanha, Ernest Mahle.

A noite será encerrada pela execução de músicas de dois pernambucanos, com arranjos do Maestro Duda: “Formigão Baião”, de Felinho, compositor de choros e valsas, que nasceu em Bonito (PE) e “O Melhor dos Xotes”, de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, nascido em Exu (PE).

O regente – Natural de João Pessoa (PB), Luiz Carlos Durier é o regente titular da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba (OSJPB) há 17 anos. Seu trabalho direcionado para jovens músicos em formação tem reconhecimento em todo o Brasil. Sob sua batuta já se tornou tradição a Jovem apresentar estreias mundiais com excelente qualidade técnica e artística. Em setembro de 2013, Durier foi nomeado regente titular da Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB).

Na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), concluiu o ensino superior de música nos cursos de Licenciatura e Bacharelado. Desde que chegou à Escola Estadual de Música Anthenor Navarro (EEMAN), em 1991, lidera atividades de educação musical ensinando: Musicalização, Viola, Música de Câmara e Regência. Participou das XIX e XX Semana da Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) como professor da classe de regência. Na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) está realizando o Curso de Especiação Em Fundamentos da Educação – Práticas Pedagógicas Interdisciplinares.

Como regente convidado conduziu a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, Orquestra Sinfônica do Estado de Sergipe, Orquestra Sinfônica da UFRN e Orquestra Criança Cidadã do Recife. Regeu a Orquestra de Cordas da 29ª e 30ª Oficina de Música de Curitiba. Na sua formação como regente foi aluno de Wolfgang Groth, Nelson Nuremberg e Guilhermo Scarabino. Desde 2005 estuda com o maestro Osvaldo Ferreira. Participou de Master Class com os maestros Kurt Masur e, recentemente, com Dante Anzolini. Ainda teve como mestres o maestro José Siqueira, José Alberto Kaplan, Iara Bernette, Violeta de Gainza, Guilhermo Campos e Horácio Schafer. No ano de 2012 recebeu a Comenda de Honra ao Mérito, pelo brilhante desempenho profissional frente a OSPB.

Conduziu a OSPB na gravação ao vivo do CD da cantora Marinês e sua Gente, do DVD Sivuca e os Músicos Paraibanos. Tem acompanhado com frequência, artistas populares com a OSPB e OSJPB em grandes concertos populares, tais como: Ângela Rô Rô, Arnaldo Antunes, Tico Santa Cruz e Renato Rocha (Detonautas), Flávio José, Genival Lacerda, Alcione, Toninho Ferragutti, Geraldo Azevedo, Dominguinhos e Zélia Duncan, sempre com grande sucesso de público e crítica.

No dia 5 de agosto deste ano, Durier regeu as duas orquestras paraibanas no concerto com o cantor e compositor Zé Ramalho, comemorativo aos 431 anos da cidade de João Pessoa. A apresentação lotou o Teatro Pedra do Reino, do Centro de Convenções de João Pessoa.