João Pessoa
Feed de Notícias

Orquestra do Prima promove concerto em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra

sexta-feira, 17 de novembro de 2017 - 09:30 - Fotos:  Francisco França

A Orquestra do Prima, composta por músicos do Programa de Inclusão através da Música e das Artes, realiza no dia 26 de novembro, às 20h, no Teatro Paulo Pontes, em João Pessoa, o Concerto Consciência Negra, em alusão ao Dia Nacional da Consciência Negra comemorado em 20 de novembro.

O evento, que é gratuito, trará em seu repertório músicas de diásporas negras do Brasil e do mundo que serão executadas por 60 crianças e adolescentes inscritas nos polos do Prima de João Pessoa (Tambiá, Bairro dos Novais e Alto do Mateus) e Santa Rita. A programação conta ainda com a participação especial da escritora e poetisa baiana Rejane de Sousa, coautora do livro “Outras Carolinas” lançado recentemente durante a programação do Mulherio das Letras.

Segundo Priscila Santana, maestrina do Prima, “a música reflete todos os aspectos históricos que passaram e passam as sociedades, suas lutas, angústias e felicidades! Por isso, neste concerto dialogaremos com diásporas negras de diferente locais e épocas, passando pelo primeiro compositor negro do século XVII, pelas músicas americanas e chegando, claro, aqui no Brasil”.

O Programa de Inclusão Através da Música e das Artes é gerido pelas Secretarias de Estado da Educação (SEE) e da Cultura (Secult) e tem como objetivo promover o acesso à educação musical de crianças e adolescentes, que residam em áreas de vulnerabilidade social e possuam faixa etária de 8 a 18 anos.

Atualmente o Programa possui polos nas cidades de João Pessoa (4 polos), Catolé do Rocha, Cajazeiras, Itaporanga, Patos, Campina Grande (3 polos), Guarabira, Santa Rita, Conde e em breve, Sousa e Monteiro. Nesses espaços, os estudantes da rede pública de ensino têm acesso a aulas de teoria musical e de prática com instrumentos musicais, impulsionando assim a criação de um sistema de orquestras, bandas e corais juvenis, quedeverá aperfeiçoar o senso de cidadania e o acesso aos direitos educacionais e culturais.